CuriosidadeTecnologiaA Eletrônica e a Medicina

A Eletrônica e a Medicina

Img Mobile - A Eletrônica e a Medicina
Img - A Eletrônica e a Medicina




ELETROMEDICINA

Eletroencefalografia
Mesmo depois do aparecimento das válvulas eletrônicas, no início deste século, os registros dos eletroencefalogramas eram feitos mecanicamente, através de uma pena, que registrava numa fita de papel as oscilações detectadas pelo galvanômetro, através de eletrodos presos ao crânio.

Evitavam-se os circuitos amplificadores eletrônicos porque as válvulas antigas introduziam ruídos espúrios que alteravam as ondas cerebrais. Somente a partir de 1960, com o aparecimento dos transistores, é que estes problemas foram resolvidos. Com isto, veio o grande avanço da eletroencefalografia usada cada vez mais para detectar doenças do cérebro.

Mais recentemente, os computadores passaram a ser usados como processadores das informações colhidas pelo eletroencefalograma, aumentando consideravelmente o seu potencial.


Eletrocardiografia
A eletrocardiografia registra os sinais elétricos gerados no coração. Em 1887, A. D. Waller conseguiu por meio de instrumentos rudimentares, os primeiros eletrocardiogramas de seres humanos e o mapeamento do campo elétrico do coração.

Em 1921 a Siemens & Halske colocou no mercado um eletrocardiograma que usava válvulas eletrônicas para amplificar os sinais detectados pelo galvanômetro. A Cambridge Instruments só produziu um eletrocardiógrafo totalmente eletrônico a partir de 1945.


Microscópio eletrônico
Inventado em 1931, por Reinhold Rüdemberg, tornou-se, em pouco tempo, um poderoso instrumento de investigação científica.

Pouco tempo após o aparecimento do microscópio eletrônico, a RCA, dos Estados Unidos, e a Vickers, da Inglaterra, começaram a fabricá-lo. Mais tarde a maioria dos países mais desenvolvidos entrou na fabricação e utilização desse equipamento. O Japão, hoje em dia, é um dos centros mais avançados dessa tecnologia.


Marcapasso cardiológico
Devemos o desenvolvimento desse equipamento, muito utilizado nos dias de hoje, aos trabalhos de um famoso cardiologista, Paulo Maurice Zoll, que durante grande parte de sua carreira, dedicou-se ao estudo dos estímulos elétricos no coração, com a finalidade de evitar paradas cardíacas.

Zoll estimulava eletricamente o coração através de eletrodos externos, colocados no peito do paciente. Hyman concluiu que se os estímulos fossem feitos diretamente no coração, os resultados seriam melhores.

Somente após a II Guerra Mundial, por volta de 1950, foi desenvolvido um marcapasso totalmente eletrônico, mas volumoso. Somente após o desenvolvimento dos transistores é que os marcapassos foram realmente miniaturizados, chegando a volumes compatíveis com sua inserção no coração.


Tomografia computadorizada
Em 1967, um engenheiro eletrônico inglês, Godfrey Wewbold Hounsfield, decidiu estudar a possibilidade do uso de computadores para melhorar as imagens obtidas através de raios-x.

Os resultados obtidos foram espetaculares e, em 1969, esse equipamento passou a ser fabricado, na Inglaterra, e depois em outros países. O tomógrafo para o corpo inteiro entrou no mercado em 1975. Em 1979, Hounsfield recebeu o prêmio Nobel de fisiologia.


Aparelhos auditivos
São aparelhos eletrônicos para melhorar o nível de audição e começaram a aparecer no mercado na década de 30. Eram equipamentos pesados cujo amplificador tinha que ser ligado a uma fonte externa de energia.

A evolução desses equipamentos seguiu o desenvolvimento da eletrônica, alcançando tamanhos aceitáveis com o aparecimento dos transistores. Os atuais, super miniaturizados, contém circuitos integrados, microfone, e o receptor num pequeno invólucro que é colocado atrás da orelha. O amplificador consome tão pouca energia, que a pilha só é mudada a intervalos longos.





Referências Bibliográficas
AFONSO, Marcelo. "Simulação, memória e ciberficação". Revista Espiral. Abr/mai/jun, 2000. On line. Available: http://www.geocities.com/revista_espiral. 17 Abr. 2001.

BENCHIMOL, Augusto. Uma breve história da eletrônica. Rio de Janeiro: Interciência, 1995. (Biblioteca do CTG)


LIMA, Karina Medeiros de. "Determinismo tecnológico". Revista Espiral. Jul/ago/set, 2000. On line. Available: http://www.geocities.com/revista_espiral. 17 Abr. 2001.

SILVA, Heloísa Teixeira da & OLIVEIRA, Carlo Emmanuel Tola de. Circuito integrado para rede de computadores. Ciência Hoje, Rio de Janeiro, v.2, n.8, p. 33-42, set/out, 1983. (Biblioteca do CTG)

VALADARES, Eduardo C.; CURY, Luiz A. & HEWINI, Mohamed. Dispositivos eletrônicos em escala atômica. Ciência Hoje, Rio de Janeiro, v.18, n.106, p.40-49, jan/fev,1995. (Biblioteca do CTG)

"Greatest Engineering Achievements Of The 20th Century". Eletronics. 2000. [documento da Web] URL http://www.greatachievements.org, (19 Abr. 2001)

Outros Autores: CAMILA LINHARES PINHEIRO, RENATO BANDEIRA LIMA e VICTOR CARLOS DE OLIVEIRA NASCIMENTO






Img - A Eletrônica e a Medicina
Comentários:

Curiosidades Relevantes

  • A urna eletrônica é segura?

    As eleições brasileiras são consideradas eficientes por conta da rapidez na apuração dos votos. Contudo, questiona-se muito a segurança do sistema de urnas ...
    Leram 3083 Vezes

  • A Origem da Eletrônica

    Por Prof. Alexnaldo Castro Neves Poucas pessoas se dão conta, ao ouvir o rádio ou ao ver a televisão, da grandiosidade que representou para a humanidade a ...
    Leram 39394 Vezes

  • A Tinta Eletrônica

    Novidade da tecnologia: a tinta eletrônica, que permitirá a reutilização do papel inúmeras vezes. Simplificando, a tinta é feita de partículas de metal ...
    Leram 14281 Vezes

  • O Inicio da Eletrônica

    Eletrônica Estados Unidos 1840 Com Galileu, Torricelli, Newton, Kepler, inicia-se no século XVII a grande aventura do conhecimento humano: são descobert...
    Leram 17483 Vezes

Nos siga

O site dos curiosos.

Curiosidades Diversas

Veja também

  • Porque fritura é tão agradável ao paladar?
  • Por que sentimos mais frio molhados?
  • Plantas usam física quântica para sobreviver
  • Como são construídos os pensamentos?
  • Por que o riso é contagiante
  • Curiosidades sobre Origamis
  • Crack destrói 50% mais neurônios que cocaína
  • Quais os celulares mais vendidos em 2014?

Você Sabia?

Em um tempo de vida médio é possível afirmar que a pele humana é renovada mil vezes.