CuriosidadeInvençõesA invenção da bússola e sua importância para humanidade

A invenção da bússola e sua importância para humanidade

Img Mobile - A invenção da bússola e sua importância para humanidade
Img - A invenção da bússola e sua importância para humanidade




A invenção da bússola revolucionou a história da humanidade e deu ao homem a possibilidade de explorar um mundo novo. Tudo começou com a descoberta da agulha magnética, que era atraída para a direção dos pólos do planeta Terra.

A bússola foi inventada e aperfeiçoada por Flávio Gióia, em Amalfi, na Itália, no ano de 1280. Segundo relatos históricos, o inventor teria usado uma caixa para colocar a rosa-dos-ventos com elementos de magnetismo.

A bússola tem a referência da rosa dos ventos, que contém os pontos cardeais, colaterais e subcolaterais da Terra. Esse objeto conta ainda com uma agulha magnética, que é atraída pelo magnetismo da Terra.

Graças à invenção da bússola, o homem deu início às grandes navegações. Com a ajuda do aparelho, os espanhóis e portugueses conseguiram se aventurar pelos mares e colonizar diversas regiões da América.

Antes da invenção oficial da bússola, no entanto, o homem antigo já contava com um dispositivo semelhante, que teria sido inventado em 2000 a.C., pelos chineses.

A bússola é eficiente graças a grande quantidade de ferro derretido que existe no interior da Terra. Esse ferro funciona como um imã, que atrai a agulha magnetizada da bússola.





Img - A invenção da bússola e sua importância para humanidade
+ Sobre essa Curiosidade: Bússola
Comentários:

Curiosidades Relevantes

Nos siga

O site dos curiosos.

Curiosidades Diversas

Veja também

  • Curiosidades sobre a Dinamarca
  • Dicas para beijar bem
  • O Moto-Perpétuo (Máquina de Movimento Perpétuo)
  • Dúvidas que você sempre teve sobre informática...
  • Quais as maiores religiões do mundo?
  • Dependência dos jogos comparada à da cocaína
  • O mosquito da dengue é capaz de transmitir AIDS?
  • Quem inventou o Sutiã?

Você Sabia?

O único alimento que não apodrece é o mel.