CuriosidadeMundo BizarroA origem das telenovelas no Brasil

A origem das telenovelas no Brasil

Img - A origem das telenovelas no Brasil


A primeira novela brasileira exibida foi exibida em 1951.

Ao longo dos anos 50 e 60, a teledramaturgia passou por várias transformações em seu conteúdo e formato.

Nos primeiros anos, a ausência do videoteipe fazia com que elas fossem exibidas ao vivo e em dois dias por semana.

Na decada de 60 , já com a possibilidade de serem gravadas, ganharam episódios diários, o que foi fundamental parra prender a atenção dos telespectadores.

Nos anos 70, as novelas viraram definitivamente um fenômeno de audiência.

Produto cultural brasileiro e extremamente bem-sucedido dentro e fora do país, as telenovelas ainda são alvo do preconceito intelectual.

Nas últimas décadas, no entanto, abriu-se espaço no acadêmico para pesquisas de forma a vê-las com olhos mais favoráveis.

Mas, independentemente da opinião dos críticos, tornaram um dos entretenimentos prediletos dos brasileiros.

Uma das maiores provas disso foi a novela "Roque Santeiro", a novela que tinha sinhozinho Malta como personagem principal e alcançou a incrível marca de 74% de audiência, algo pouco visto na história da Televisão Brasileira.





Img - A origem das telenovelas no Brasil
Img Mobile - A origem das telenovelas no Brasil
+ Sobre essa Curiosidade: TV Televisão Novela Globo
Comentários:

Curiosidades Relevantes

  • A Invenção da Televisão

    Televisão Estados Unidos 1875 Quando o americano G. R. Carey construiu, em 1875, o primeiro aparelho para transmissão de imagens por ondas eletromagnéti...
    Leram 62058 Vezes

Nos siga

O site dos curiosos.

Veja também

  • Somos todos marcianos
  • Antes de morarmos em Marte, precisaremos vencer a radiação
  • O que é esquizofrenia?
  • O que é Alodoxafobia?
  • Quais as dúvidas mais bizarras do mundo?
  • Qual o atleta olímpico a ganhar mais medalhas?
  • O que é o olho do furacão
  • Como os animais controlam a natalidade...

Você Sabia?

Dos estados americanos, o Alasca ganha em número de empregados que vão ao trabalho a pé.