CuriosidadeInvençõesA Trajetória de Sucesso do Google

A Trajetória de Sucesso do Google

Img Mobile - A Trajetória de Sucesso do Google
Img - A Trajetória de Sucesso do Google




De projeto acadêmico de dois universitários a gigante da web, confira como se deu a trajetória do portal.

O Google percorreu um longo caminho em seus onze anos de história, desde o seu “início humilde”, como um projeto de investigação da Universidade de Stanford, em 1998, à escala global e sua multibilionária presença na internet atual.
Na semana passada, a empresa celebrou o seu 11 º aniversário e escolheu marcar a ocasião com um novo Google Doodle, a famosa mudança em seu logo. Dessa vez, eles colocaram um L extra para que o nome da empresa formasse um número “11”.
A data real de fundação do Google é assunto de debate. Há aqueles que pensam que o Google deve sempre cortar o bolo em 4 de setembro, dia em que o portal apresentou seus documentos constitutivos e tornou-se oficialmente o Google, Inc, em 1998. Outros ainda pensam que a empresa deve reconhecer o 15 de setembro de 1997 como sua data de fundação, pois foi nessa época que a companhia registrou o domínio google.com. Mas, apesar das dúvidas, a companhia comemora seu aniversário em 27 de setembro há alguns anos, data que já se tornou oficial.
Qualquer aniversário oferece a oportunidade perfeita para refletir sobre o passado. Assim, vale a pergunta: o que foi Google nos últimos onze anos?


Primeiros dias: 1998
Em 1997, os fundadores Larry Page e Sergey Brin deixaram para trás o nome “BackRub”, como se chamava um projeto acadêmico da dupla, e adotaram Google, uma brincadeira com o termo matemático "googol". Com o domínio Google.com registrado e um saudável investimento de 100 mil dólares do cofundador da Sun, Andy Bechtolsheim, os dois estudantes de Stanford alugaram um espaço de garagem por 1.700 dólares por mês, em Menlo Park, Califórnia.
Com um escritório improvisado, a empresa se tornou a "Google Technology Inc" em 4 de setembro de 1998. A companhia começou a receber apoio positivo na imprensa e também contratou seu primeiro funcionário, Craig Silverstein.


Dinheiro e mudança: 1999
Graças ao crescimento de sua força de trabalho, a empresa nascente se mudou duas vezes em 1999. O Google ampliou sua modesta garagem e mudou-se rapidamente para um local mais adequado, em Palo Alto, também no Estado da Califórnia. Em junho, a empresa lançou seu primeiro comunicado de imprensa, detalhando como havia assegurado 25 milhões de dólares em financiamento.
Durante o segundo semestre do ano, como chegou a quarenta trabalhadores, a organização mudou-se novamente para um escritório em Mountain View, com um chef de cozinha incluso. Foi no mesmo ano em que decidiu largar o ponto de exclamação do seu logotipo e ficar do jeito que a marca ficou famosa mundialmente.


Crescimento e expansão: 2000
O ano 2000 foi de crescimento. O mecanismo de busca atingiu o marco de um bilhão de páginas indexadas e o site se expandiu para dar suporte a mais de quinze línguas, incluindo chinês, francês, alemão e japonês, entre outras.
Como as coisas mudam! Aquele ano também viu o Yahoo revelar que usaria o Google como seu provedor de pesquisa padrão. Na época isso era um grande negócio, uma vez que o Yahoo era o queridinho das pesquisas e a companhia de Larry Page e Sergey Brin tinha de definir sobre quem deveria se voltar para competir. Missão cumprida? Claro que hoje o cenário é muito diferente, especialmente agora que Yahoo e Microsoft uniram forças para competir com o gigante da busca que o Google se tornou.
Antes de o ano acabar o Google também encontrou tempo para lançar o imenso sucesso que foi o programa AdWords e sua barra de ferramentas plug-in. Com o ano prestes a terminar, fica bastante claro que o mecanismo de busca teve uma ascensão meteórica - o Google passou a receber quase 100 milhões de consultas de pesquisa por dia.


Globalizando-se: 2001
Com o motor de busca já disponível em mais de vinte e cinco línguas, só parecia certo que a empresa iria se expandir em nível global com a abertura de seu primeiro escritório internacional, em Tóquio.
O ano de 2001 também viu o Google contratar o ex-presidente da Novell, Eric Schmidt, que começou no Google como o presidente do conselho, antes de avançar rapidamente para se tornar o CEO.
Com o índice de pesquisa do portal em quase três bilhões de páginas, parecia o momento perfeito para enfrentar um novo tipo de pesquisa: imagens. O Google lançou seu serviço nessa área em julho, e, inicialmente, tinha um índice de mais de 250 milhões de imagens.


Virando geek: 2002
No ano de 2002 a empresa lançou uma gama de produtos, incluindo a ferramenta de compras do Froogle, o experimental Google Labs e o popular serviço Google News. A empresa também decidiu oferecer uma tradução do site em Klingon, a linguagem dos personagens de Star Trek, para alegria dos fãs, trazendo o número total de suporte para mais de setenta línguas. Spiderman, Warcraft 3 e a pop star Shakira estavam entre os termos mais buscados do ano.


A palavra escrita: 2003
Em 2003, o Google adquiriu a Pyra Labs, criadora do serviço Blogger, que popularizou de vez os blogs ao permitir que as massas publicassem seus pensamentos com facilidade. Logo após a aquisição, o nome do Google foi reconhecido como um verbo. O tal “google it” se tornou sinônimo de “buscar”.
Em dezembro, o controverso Google Print foi lançado: agora, conhecido como Google Book Search, o serviço permite aos usuários visualizar trechos de milhares de livros em formato digital. Livros clássicos e adaptações de seus filmes, como O Senhor dos Anéis e Harry Potter, foram alguns dos mais procurados por termos no Google em 2003.


E-mail, Google Style: 2004
Sem dúvida, a maior notícia de 2004 foi a introdução do Gmail. A versão beta foi lançada no Dia da Mentira, mas o Google deu certeza de que não era brincadeira. Oferecendo um então inédito 1 GB de armazenamento, juntamente com uma experiência de usuário rápida e com a beleza da tecnologia de busca do Google instalado à direita em sua caixa de entrada. O serviço foi lançado de maneira restrita a convites, o que resultou em uma corrida do ouro para aqueles que esperam um convite. Após cinco anos, o Gmail finalmente eliminou seu status beta no início de junho de 2009.
Em 2004 também houve a mudança do Google em Mountain View, Califórnia, para a "sede Googleplex", onde a empresa reside ainda hoje. Além disso, abriu um centro de pesquisa e desenvolvimento em Tóquio e uma sede europeia em Dublin, Irlanda. Com mais de três mil funcionários, ou uma vasta gama de produtos e mais de oito bilhões de itens em seu índice de pesquisa do Google, o crescimento continuou a surpreender.


O mundo mapeado: 2005
Em 2005, o esforço contínuo de organizar a informação do mundo continuou com o lançamento do Google Maps. Desde então, a empresa tem melhorado continuamente o serviço de mapeamento, adicionando novos recursos, como imagens de satélite e indicações, bem como o aumento do número de novos locais pesquisados.

O Google Earth, uma fotografia em 3D por satélite aplicada ao mapeamento, veio logo em seguida, para complementar a oferta de serviços do Google em localização.
O ano de 2005 também viu o lançamento da página inicial personalizada iGoogle, Google Reader - ferramenta de gerenciamento de canais RSS - e o Google Analytics. Versões móveis do Gmail, Blogger e busca também foram liberadas.


Uma mensagem de Chad e Steve: 2006
Encerrando meses de especulação, o Google, no final de 2006, finalmente revelou que tinha comprado o YouTube, em uma transação de 1,65 bilhão de dólares.


O crescimento continua: 2007
O ano começou com a expansão do Google para novos territórios. O Google Maps fazia então seu caminho para a Austrália e o pacote de aplicativos de produtividade Google Docs era oferecido em várias línguas. O Gmail também foi disponibilizado a todos, sem a necessidade de convite.
Porém, a maior inovação do Google em 2007 foi a inclusão da fotografia do nível da rua para o Google Maps. Apelidado Street View, o serviço permite visualizar e explorar um grande número localidades dos Estados Unidos. Naturalmente, a introdução Street View causou alguma controvérsia, por levantar preocupações com a privacidade das pessoas.


Fechamento de um ciclo: 2008
No ano passado, o Google comemorou seus dez anos de operação, sem mostrar sinais de abrandamento. A empresa lançou seu primeiro aplicativo para iPhone, ampliou a cobertura do Street View para incluir outros países, revelou uma nova versão de seu aplicativo de gerenciamento de fotos Picasa e lançou o Knol, um serviço parecido com a Wikipedia.

Em seu maior movimento do ano, anunciou que iria entrar na guerra dos navegadores com o seu próprio produto. O código aberto do Google Chrome surgiu em setembro do ano passado e contou com uma interface minimalista e página inicial com atalhos para as páginas visitadas com frequência - características que foram adotadas em outros navegadores a partir de então.
No final do ano, a incursão do Google em software continuou como o lançamento do primeiro telefone celular a utilizar o Android, o sistema operacional móvel do Google.


Google hoje: 2009
O ano de 2009 está sendo movimentado na história do Google. Até agora, a empresa adicionou o acesso offline para o Gmail, lançou seu serviço de localização Latitude, levou o Google Earth para Marte e relançou o serviço de telefone GrandCentral como Google Voice, para citar apenas algumas realizações.
A empresa também lançou seu serviço Wave em maio deste ano. A ferramenta combina uma série de atividades de comunicação e redes sociais em um único aplicativo da web e deve estar disponível ao público em geral ainda este ano.
A maior novidade do Google em 2009 surgiu quando a empresa anunciou que planeja lançar um sistema operacional para computadores. O Google Chrome OS deve chegar em 2010 e será inicialmente destinado a netbooks. Apesar de algumas imagens vazadas na internet, a companhia ainda não se pronunciou sobre qualquer suposto screenshots divulgado.


O que nos reserva o futuro?
Com onze anos nas costas, o Google continua a inovar e aprimorar serviços. O que podemos esperar do gigante de busca é algo que ninguém sabe. Num futuro próximo, no entanto, poderemos conversar muito de Chrome OS, experimentar a nova versão do Android e observar inúmeros vídeos no YouTube. O que você acha que o Google vai inventar no futuro?


Fonte: Idgnow





Img - A Trajetória de Sucesso do Google
+ Sobre essa Curiosidade: Google Motor de Busca Buscador Buscadores
Comentários:

Curiosidades Relevantes

  • Como o Google mapeia o fundo do mar?

    O Google Maps lançou uma nova tecnologia para monitorar o fundo dos mares. A empresa norte-americana desenvolveu um projeto de mapeamento subaquático dos oc...
    Leram 6532 Vezes

  • Google Glass, esse é o futuro?

    O Google lançou em 2012 um brinquedo que causou agitação no mundo tecnológico. Trata-se do Google Glass, uma forma totalmente nova de interagir. O projet...
    Leram 8297 Vezes

  • Tudo sobre o Google Allo

    Quem é fã de tecnologia sabe que o Google nunca fica para trás quando o assunto é interatividade digital. Prova disso é que a empresa acaba de lançar seu no...
    Leram 2187 Vezes

  • Facebook vs Google +

    O lançamento do Google+ tornou ainda mais evidente a guerra instaurada pelo Google contra o Facebook. As gigantes da internet lutam pela liderança da Web. M...
    Leram 7675 Vezes

Nos siga

O site dos curiosos.

Veja também

  • A origem dos números e a curiosidade de seus formatos...
  • Curiosidades Curiosas 6
  • Top 10 animais mais barulhentos do mundo
  • Hertz
  • Os Presidentes do Brasil, José e João
  • Nomes Curiosos no Futebol
  • Top 10 Atores indianos mais bem pagos da história
  • A Clonagem da ovelha Dolly

Você Sabia?

É impossível criar uma pasta com o nome “con” no Windows.