Img - Assalto ao trem pagador


Assalto ao trem pagador

Por: Juliana Miranda

O assalto ao trem pagador foi um dos crimes mais ousados e atrapalhados da história. O crime aconteceu sem que houvesse o disparo de nenhum tiro de arma de fogo.

A história toda começou quando um grupo de bandidos decidiu assaltar um trem que levava depósitos bancários da Escócia até Londres. O episódio aconteceu exatamente no dia 8 de agosto de 1963, e completa 50 anos em 2013.

A quadrilha agiu quando o trem passava pelo condado inglês de Buckinghamshire. Os bandidos estavam preparados e conseguiram roubar cerca de 2.631.784 de libras esterlinas, que hoje equivalem a £46 milhões, ou 158 milhões de reais.

O crime parecia perfeito, mas algumas atitudes levaram os bandidos a acabarem nas mãos da polícia. Ao todo, o crime contava com a participação de 17 assaltantes, mas apenas 5 conseguiram escapar. Os outros membros da gangue foram presos, incluindo Ronald Biggs, que chegou a se refugiar no Brasil.

O crime aconteceu da seguinte forma: à meia-noite o grupo recebeu a informação de que o trem se aproximava. Assim, a gangue deixou seu esconderijo e seguiu para a fazenda Leatherslade. Eles usaram dois Land Rovers e um caminhão roubado do Exército.

Eles cobriram o sinal verde que dava passagem para o trem e usaram baterias para acender a luz amarela, que determina a parada do veículo na próxima estação. Na região de Sears Crossing, eles acenderam o sinal vermelho e fizeram o trem parar completamente.

Depois disso, só bastou cortar a linha do telefone de emergência e dar continuidade ao plano. Às 3 e meia da madruga, os criminosos entraram na locomotiva e renderam o maquinista com uma paulada na cabeça.

Parecia que tudo estava sob controle, e os bandidos começaram a pegar os malotes de dinheiro. Em seguida, um bandido destravou o encaixe de um vagão para separar a locomotiva e obrigou o maquinista a conduzir o trem até a ponte Bridego. Lá, outros bandidos do grupo estavam esperando para a fuga.

A gangue conseguiu levar os malotes de dinheiro até os veículos. Foram transportados, mais ou menos, 120 sacos de dinheiro.

Depois do crime, os bandidos voltaram para o esconderijo e começaram a ser perseguidos pela polícia. Eles acabaram fugindo e deixando impressões digitais por todo lado. Com isso, foi questão de tempo até a polícia britânica prender grande parte da quadrilha.

Esse crime marcou a história do Reino Unido e ficou conhecido como o "crime do século". A ação durou pouco tempo, e acabou dando origem a livros, documentários e filmes de ficção.

Dos 17 participantes do roubo, apenas quatro continuam vivos, entre eles Ronald Biggs e Douglas Gordon Goody. A maior parte dos integrantes da quadrilha foi condenada a 30 anos de prisão, mas muitos conseguiram fugir da cadeia de maneiras espetaculares.

Ronald Biggs, que fugiu para o Brasil, escapou da prisão subornando alguns guardas. Ele fugiu para o Brasil em 1970, casou-se com uma brasileira e teve um filho que também ficou famoso. Biggs é pai de Michael Biggs, o Mike, da Turma do Balão Mágico.

Depois de se tornar pai de família no Brasil, Ronald Biggs ganhou o direito de viver no país e não ser extraditado para a Inglaterra. Isso aconteceu porque a lei brasileira garante que qualquer estrangeiro que tenha um filho brasileiro não pode ser extraditado. No entanto, Biggs acabou se entregando à polícia inglesa no ano 2001.

De acordo com pesquisadores, o assalto ao trem pagador já rendeu 27 livros, 17 documentários de TV e quatro longas-metragens.


+ Sobre essa Curiosidade:
Tags Relacionadas a "Assalto ao trem pagador":
 Crimes | 

 


Essa curiosidade foi lida 4733 Vezes | Tema: Históricas

Curiosidades Relevantes