CuriosidadeCiênciasEstudo comprova que o álcool é a causa direta de sete tipos de câncer

Estudo comprova que o álcool é a causa direta de sete tipos de câncer

Img Mobile - Estudo comprova que o álcool é a causa direta de sete tipos de câncer
Img - Estudo comprova que o álcool é a causa direta de sete tipos de câncer




Um estudo recente, realizado na Nova Zelândia, afirmou que o consumo de bebidas alcoólicas implica um risco direto para o desenvolvimento de, pelo menos, sete tipos de câncer, entre eles o câncer de mama, fígado e outros. De acordo com a pesquisa, as bebidas estão relacionadas ao risco moderado de ter a doença.

As evidências são fortes e relacionam o álcool com o câncer. Os resultados foram divulgados em um artigo da revista Addiction e foram conduzidos por Jennie Connor, da Universidade de Otago, na Nova Zelândia. Segundo a pesquisa, o álcool é responsável pela morte de cerca de meio milhão de pessoas por câncer. Só em 2012, o câncer foi a causa de 5,8 por cento das mortes em todo o mundo.

A pesquisa encontrou evidências da ligação entre o consumo de álcool e o câncer de boca, garganta, laringe, esôfago, fígado, cólon, intestino e de mama. A equipe responsável afirma que o risco aumenta à medida que a quantidade de álcool consumida também aumenta.

Embora os maiores riscos estejam presentes na vida de pessoas que fazem o consumo excessivo de bebidas alcoólicas, cidadãos que bebem em níveis baixos também estão em risco. De acordo com Connor, não existe um nível seguro para beber quando se trata de câncer.

Em janeiro, diretores médicos do Reino Unido também afirmaram que nenhum nível de consumo regular de álcool é seguro para as pessoas. Por isso, as diretrizes internacionais reduziram o limite recomendado semanal de álcool para homens para até 14 unidades, o mesmo índice indicado para as mulheres.


Por que o álcool é perigoso para a saúde?



As razões biológicas exatas pelas quais o álcool causa câncer permanecem obscuras. Uma teoria é que o álcool possa danificar o DNA humano, causando mutações prejudiciais.

O álcool provoca comprovadamente sete formas de câncer. Especialistas em saúde apoiam essas conclusões e afirmam que os países devem iniciar mais campanhas de educação, a fim de combater a ignorância pública generalizada sobre a relação estreita entre o álcool e o câncer.

O estudo da Nova Zelândia deve, a médio prazo, influenciar as autoridades de saúde para cobrarem das indústrias a inclusão de rótulos de advertência nas garrafas de bebidas alcoólicas, alertando para o risco de câncer. A partir de agora, existem provas inquestionáveis de que a bebida causa a doença.

Outros estudos também comprovaram que o álcool pode causar ainda o câncer de pele, próstata e pâncreas. Os resultados foram alcançados a partir de avaliações realizadas ao longo dos últimos 10 anos pelo Fundo Mundial de Pesquisa do Câncer, pela Agência Internacional de Investigação do Câncer e pela Organização Mundial da Saúde.

É preciso alertar as pessoas sobre o risco das bebidas alcoólicas. Estima-se que nove em cada dez pessoas ainda não estejam cientes da ligação entre o álcool e o câncer. Essa realidade deve ser transformada com urgência, a fim de preservar a vida de muitos cidadãos que hoje fazem uso regular de bebidas alcoólicas.

Fontes: New Scientist, The Guardian.





Img - Estudo comprova que o álcool é a causa direta de sete tipos de câncer
+ Sobre essa Curiosidade: Câncer
Comentários:

Curiosidades Relevantes

Nos siga

O site dos curiosos.

Curiosidades Diversas

Veja também

  • Pesquisadores estudam meio para que humanos recebam órgãos de porcos
  • Por que as letras no teclado não seguem a ordem alfabética
  • Curiosidades e dicas de viagem para Nova York
  • UFO em formato triangular é visto na Alemanha
  • iPhone 6 x Samsung 5s
  • Curiosidade sobre a velocidade de veículos de transporte
  • Curiosidades sobre o D. Pedro I
  • Sétima Maravilha do Mundo: Cidades em Ruínas e Outras Arqueologias Urbana: submersas

Você Sabia?

O chocolate ao leite foi inventado por Daniel Peter e vendido ao seu vizinho, Henri Nestlé.