CuriosidadeTecnologiaNASA estuda uma forma de reduzir o tempo dos voos comerciais pela metade

NASA estuda uma forma de reduzir o tempo dos voos comerciais pela metade

Img Mobile - NASA estuda uma forma de reduzir o tempo dos voos comerciais pela metade
Img - NASA estuda uma forma de reduzir o tempo dos voos comerciais pela metade




Durante quase meio século, os aviões comerciais vêm viajando em um mesmo limite de velocidade. Diversas limitações mantiveram o desenvolvimento de aviões supersônicos em segundo plano, como o barulho intenso que poderia ser provocado por esse tipo de aeronave, alto o suficiente para quebrar janelas e prejudicar a tranquilidade de algumas espécies de animais.

Mas agora a NASA vem estudando um projeto de avião supersônico silencioso, que poderia viabilizar as viagens supersônicas. Segundo a agência espacial, sua equipe começará a lidar com a construção de um modelo de avião de demonstração capaz de reduzir consideravelmente o som provocado por aeronaves supersônicas. Os pesquisadores da agência dizem que o projeto, um modelo de escala menor, já foi testado com sucesso em um túnel de vento.

Com esse tipo de aeronave operando em voos comerciais, uma viagem que hoje demora seis horas entre Nova York e Los Angeles poderia cair pela metade. A NASA deve gastar cerca de US$ 390 milhões em cinco anos para construir o avião modelo e testá-lo em áreas populosas. O primeiro ano de financiamento do projeto já está incluído na proposta de orçamento do presidente Donald Trump para 2018.

Quiet Supersonic Transport (QueSST)
Quiet Supersonic Transport (QueSST) / NASA


O futuro da aviação comercial



Estimativas indicam que, na próxima década, o crescimento do transporte aéreo vai impulsionar a demanda por viagens mais rápidas. Por isso, a equipe de pesquisa supersônica comercial da NASA já está bem avançada neste tipo de estudo. A ideia é lançar voos comerciais supersônicos que possam ser competitivos no futuro.

A NASA planeja compartilhar a tecnologia resultante dos testes realizados nos Estados Unidos. Essa é uma boa notícia para empresas de aviação, como a General Dynamics, a Boeing e a Aerion, por exemplo.

A agência já criou o design dos modelos de aeronaves que poderiam ser utilizados no futuro. Esse design poderia manter as ondas sonoras se fundindo em um padrão de boom sônico que resultaria apenas em um zumbido. De acordo com a NASA, esse projeto daria origem a um avião supersônico que provocaria um som em decibéis ponderados, algo semelhante ao barulho que um carro de luxo atual produz. A ideia é evitar qualquer possível queixa sobre o ruído dos aviões.

Algumas empresas aeroespaciais estabelecidas, como a General Dynamics Corp., também têm pesquisado jatos supersônicos há anos. O mesmo acontece entre as startups Boom e Spike Aerospace.

Agora, basta que os desafios técnicos e burocráticos sejam superados para que este projeto possa sair do papel. Se tudo sair conforme o planejado, a NASA espera testar seu plano de demonstração com o avião comercial supersônico a partir do ano de 2022.

Para que isso possa acontecer, no entanto, é necessário que os órgãos reguladores e os políticos do Congresso dos Estados Unidos liberem o voo desse tipo de aeronave no país.





Img - NASA estuda uma forma de reduzir o tempo dos voos comerciais pela metade
+ Sobre essa Curiosidade: Avião
Comentários:

Curiosidades Relevantes

Nos siga

O site dos curiosos.

Curiosidades Diversas

Veja também

  • Por que os estudantes Brasileiros passam de ano sem aprender?
  • 9 alimentos que melhoram a visão
  • Poeira de Estrelas
  • Nevada, nos Estados Unidos, é o primeiro estado a autorizar carros sem motoristas
  • Como ter cidadania de outro país e como pedir asilo?
  • Como é calculada a idade canina?
  • Qual a diferença entre tufão, ciclone e tornado?
  • 11 imagens raras e fascinantes do grande cientista Nikola Tesla

Você Sabia?

A Casa Branca tem 13092 facas, garfos e colheres.