CuriosidadeCiênciasPorque as mulheres vivem mais que os homens?

Porque as mulheres vivem mais que os homens?

Img - Porque as mulheres vivem mais que os homens?


É comprovado pela ciência e pelas estatísticas: as mulheres vivem mais que os homens! Mas por que isso acontece?

As respostas são simples e demonstram comportamentos, estilos de vida e a genética.

No geral, os homens vivem menos porque se cuidam menos. É fácil perceber nos consultórios médicos que os homens são minoria entre os pacientes. E nos consultórios de urologistas, o público masculino só aparece em último caso, quando não há mais escolha.

Além disso, existem questões inerentes à cultura masculina e questões biológicas. Os homens só buscam um atendimento médico quando já estão doentes, enquanto as mulheres procuram a medicina preventiva.

No Brasil, a região nordeste é onde estão os homens que se cuidam menos. Isso acontece porque os homens preferem comer, fumar, beber e cometer outros pequenos exageros, deixando de lado as dietas, caminhadas e consultas médicas.

Biologicamente falando, o homem também tem o colesterol resumido, tornando-se mais propenso a problemas cardíacos. É necessária uma mudança cultural entre os brasileiros para que as estatísticas e a expectativa de vida do homem melhorem.

Juliana Miranda - SitedeCuriosidades.com






Img - Porque as mulheres vivem mais que os homens?
Img Mobile - Porque as mulheres vivem mais que os homens?
+ Sobre essa Curiosidade: Homem Mulher Vida
Comentários:

Curiosidades Relevantes

Nos siga

O site dos curiosos.

Curiosidades Diversas

Veja também

  • Curiosidades sobre Carros
  • Médico legista comprova caso de morte por combustão espontânea
  • Quais os assuntos mais buscados na internet pelos americanos?
  • Velocidade da luz dos neutrinos aponta para uma nova realidade da física
  • Estados Unidos registram 15 casos de peste bubônica em 2015
  • A aventura do Homem que Calculava
  • O que acontece quando você morre?
  • Como era o Brasil antes do PT e da Dilma?

Você Sabia?

Ficar acordado por 2 semanas pode levar à morte.