CuriosidadeCotidianoQuais são as doenças que mais afetam as articulações?

Quais são as doenças que mais afetam as articulações?

Img Mobile - Quais são as doenças que mais afetam as articulações?
Img - Quais são as doenças que mais afetam as articulações?




Também conhecida como dor articular, a dor nas articulações pode ser causada por diversas lesões e doenças, e o tamanho do desconforto, dor e incômodo, além da localização da dor podem variar de acordo com a causa. Além das extremidades ósseas, as articulações são formadas por cartilagem, bursas, tendões, ligamentos e a membrana sinovial, e devido a sua existência conseguimos nos movimentar. Por serem responsáveis por nossos movimentos, as articulações não raramente são afetadas por doenças e problemas.

Quais são as principais causas?


Como mencionamos anteriormente, várias são as doenças e lesões que podem causar dores nas articulações, mas entre elas estão algumas mais comuns. A osteoartrite, por exemplo, é a causa mais comum em pacientes adultos com idade superior a 45 anos. Ela envolve o crescimento dos osteófitos, que são os chamados bicos de papagaio quando localizados na coluna, além da degeneração da cartilagem de uma determinada articulação; temos ainda a artrite reumatoide, que é uma doença autoimune que causa inflamação, dores e rigidez nas articulações; a bursite, que é uma inflamação das bursas, bolsas que ficam cheias de líquidos e absorvem o impacto sobre as proeminências ósseas; a tendinite, que é uma inflamação dos tendões; torções ou tensões que podem ser causadas pelo esforço excessivo ou algum movimento impróprio; entre outras.

Tirando essas, mais comumente comentadas, estão ainda a gota, hepatite A, B ou C, gripe, doença de Lyme, sarampo, caxumba, parvovirose, febre reumática, rubéola, varicela, osteomilite, entre outros.


Como é feito o diagnóstico?


O médico fará algumas perguntas baseadas em seus sintomas. Fique atento se há febre, perda de peso não intencional, dores há mais de três dias na mesma articulação, dores fortes que são insuportáveis, entre outros sinais de alerta. Liste os sintomas e o tempo que estão presentes, as articulações afetadas, e lembre-se se houve alguma lesão ou se você já sentiu essa dor antes. Se usou medicamentos, relate quais e se houve melhoras, e fique atento a quaisquer coisas que possam ajudar o médico no diagnóstico.


Quais são os cuidados?


O tratamento vai variar muito de acordo com a causa, mas é importante que a dor seja tratada, pois algumas dores podem ficar insuportáveis com o passar do tempo. Evite automedicação, procurando sempre orientação médica para tratar corretamente o mal, e não somente os sintomas. Além disso, dores são sinais de que algo está errado, e somente o médico está apto para dizer o que está acontecendo. A maioria das doenças, quando descoberta cedo, pode ser revertida ou ter seus sintomas amenizados ou retardados.

Algumas das dores, entretanto, podem ser prevenidas com o controle do peso, afinal o excesso de peso força as articulações das pernas e dos quadris. A prática de exercícios físicos ajuda a fortalecer os músculos, o que reduz o impacto nas articulações, além de ajudar na manutenção do peso. Procure ingerir alimentos que são ricos em cálcio e vitamina D, que ajudam a manter a densidade dos ossos, fazendo com que permaneçam saudáveis. Fazer alongamentos e massagens também pode ser uma forma de prevenir e amenizar algumas das dores, mas lembre-se sempre de procurar orientação médica para saber qual é a causa real daquela dor.

Crédito da Imagem: Spyderonlines.





Img - Quais são as doenças que mais afetam as articulações?
+ Sobre essa Curiosidade: Saúde Doenças
Comentários:

Curiosidades Relevantes

Nos siga

O site dos curiosos.

Curiosidades Diversas

Veja também

  • Top 10 pessoas mais ricas do mundo em 2012
  • Achamos Atlântida
  • Leis Estranhas
  • Celebração da história do vaso sanitário
  • Nova tecnologia identifica possível risco de doenças mentais em adolescentes
  • Bruxas de Salem
  • Por que as estrelas brilham
  • Por que o mato é verde?

Você Sabia?

Senna conquistou 41 vitórias, 161 GPs, fez 2.750 voltas na liderança, 65 poles e ganhou 3 títulos mundiais.