CuriosidadeCiênciasSenta aí e morra!

Senta aí e morra!

Img Mobile - Senta aí e morra!
Img - Senta aí e morra!




Provavelmente, você está lendo este artigo sentado em frente ao computador. Essa atitude inocente deve acontecer todos os dias: você se senta, relaxa e, quase sem perceber, espera a morte chegar! A verdade é que passar muito tempo sentado pode estar matando você!

Se a sua atividade de lazer favorita é ficar jogado em uma poltrona, sofá ou cadeira confortável, saiba que isso não é nada bom para sua longevidade. Estudos indicam que a inatividade é a quarta principal causa de morte no mundo. O pior é que as pessoas passam longos períodos sentadas, no trabalho, na faculdade, nos restaurantes e em suas próprias casas.

Ficar sentado por longas horas pode aumentar seu risco para o desenvolvimento de doenças. Essa é a conclusão de um novo estudo publicado na revista “Annals of Internal Medicine”. Pesquisadores de Toronto analisaram ​​47 estudos separados para chegar a uma conclusão sobre o comportamento sedentário. Eles descobriram que ficar sentado pode levar a uma maior probabilidade de problemas cardiovasculares e câncer, bem como de diabetes tipo 2.

Ficar sentado também pode aumentar a probabilidade de depressão, fraturas e câncer de mama, de acordo com a Organização Mundial de Saúde, que lista a inatividade como a quarta principal causa de morte em todo o mundo. Dados revelam que 3.2 milhões de mortes acontecem todos os anos por comportamento sedentário.

Os cientistas acreditavam anteriormente que o exercício físico poderia neutralizar os efeitos de ficar muitas horas sentado, mas o novo estudo diz o contrário. Os pesquisadores ajustaram os dados para refletir sobre a quantidade de exercício que as pessoas praticam e descobriram que os efeitos adversos de ficar sentado prolongadamente ofuscam o benefício do movimento.

Um estudo publicado em 2014, no “Journal of the National Cancer Institute”, descobriu que ficar sentado aumenta o risco de câncer de endométrio em 66%. Sentar-se por mais de duas horas por dia - em casa, por exemplo - aumenta a probabilidade de contrair câncer de endométrio em 10%.

O sedentarismo também aumenta a probabilidade de câncer por causa do ganho de peso. Sentado, obviamente, você queima menos calorias do que em movimento, e o ganho de peso resultante pode levar a processos causadores de câncer, como inflamação ou formação de tumores. A obesidade está também relacionada com os níveis mais baixos de vitamina D, que, por sua vez, estão associados com um maior risco de câncer.

Um dos maiores impactos de ficar sentado por muito tempo é o aumento da probabilidade de desenvolver diabetes tipo 2. Uma atividade sedentária por oito a 12 horas por dia pode aumentar o risco de desenvolver a doença em 90%.

Pesquisadores do Pennington Biomedical Research Center, em Louisiana, nos Estados Unidos, estudaram mais de 17.000 homens e mulheres, com mais de 13 anos, e descobriram que as pessoas que se sentam mais têm 54% mais chances de morrerem de ataques cardíacos.

Resumo da história: procure ter uma vida ativa e não passe muito tempo sentado ou na inatividade. Levante-se durante o trabalho para mover-se no escritório, faça caminhadas diariamente e exercite-se. Um estudo de 2014, publicado na revista Medicine & Science in Sports & Exercise, mostrou que breves cinco minutos de caminhada ao dia podem reverter a redução do fluxo de sangue nas pernas, melhorando a saúde do coração.





Img - Senta aí e morra!
+ Sobre essa Curiosidade: Morte Saúde Câncer
Comentários:

Curiosidades Relevantes

Nos siga

O site dos curiosos.

Curiosidades Diversas

Veja também

  • Qual a origem do medo de monstros na vida moderna?
  • A Curiosa História dos Bichinhos de Estimação da Casa Branca
  • Top 10 estereótipos famosos entre as pessoas
  • Astrônomo grego fez calculo preciso com relação a distância entre a Terra e o Sol
  • Saiba o que é Biopirataria
  • 10 fotos que provam que a viagem no tempo é possível
  • Por que às vezes temos a sensação de cair quando estamos adormecendo?
  • Vida após a morte

Você Sabia?

Em seus primórdios, a Coca-Cola era verde.