Img - Um inseto muito curioso | O louva-a-deus


Um inseto muito curioso | O louva-a-deus

Este é um inseto de distribuição muito comum; pode ser encontrado nos jardins da maioria das casas, principalmente na periferia das cidades, nos campos e matas.

O seu nome vem da posição regular de repouso - a parte anterior do corpo levantada e os membros anteriores unidos, como que rezando (para Deus).

Seu corpo, de formas muito esquisitas, é a adaptado para permanecer camuflado confundindo-se com a vegetação (mimetismo) onde normalmente vive (o corpo fino, esverdeado, alongado e imóvel confunde-se com ramos de qualquer planta e as asas com as folhas).

Normalmente, alimenta-se de pequenos insetos (moscas, abelhas, gafanhotos, cigarras, etc.) que captura com suas patas dianteiras longas e que funcionam como uma eficiente pinça cheia de espinhos, que executa apreensões extremamente rápidas, que trazem a caça diretamente para a sua forte mandíbula.

Este inseto original tem cinco olhos ! Dois deles (olhos compostos) situados em pontos convencionais são capazes de acompanhar os movimentos de todo o que se mexe em seu redor. Os outros três, localizados na região da testa, existem para detectar variações de luminosidade e são importantes pois seus hábitos de vida são estreitamente ligados com a percepção da incidência de luz local a cada momento.

Quando dois machos encontram-se, e caso um deles não se retire rapidamente em fuga, acontece uma luta fatal para um deles. Esta pugna começa com os contendores na posição de guarda dos boxeadores. O vencedor mata e se alimenta do vencido e, de barriga cheia, dorme um bom sono em posição de reza.

Um fato incrível - no acasalamento, o macho serve de alimento para "sua amada". A fêmea agarra seu companheiro ("ex-companheiro") pelo pescoço, arranca e come sua cabeça - neste momento, podemos entender que ele literalmente "perdeu a cabeça por ela". Curiosamente, o "resto" do corpo do macho continua atuando para terminar a fecundação da fêmea - uma incrível realidade !! Terminadas as "núpcias", a fêmea esconde-se entre as folhas e vai "rezar".
Vamos tentar entender as implicações deste fato na biologia deste bichinho - em verdade, esta atitude da fêmea promove uma "adaptação" da espécie ao ambiente. Uma vez alimentada pelo corpo de seu parceiro ela permanece escondida (está nutrida até quase o momento da postura dos ovos) na vegetação evitando ser facilmente encontrada e devorada por pássaros, seus inimigos naturais. Mais - tudo indica que ao devorar a cabeça do macho, a atuação dos centros nervosos secundários abdominais restantes no parceiro fazem a fecundação ocorrer de forma muito mais efetiva (maior quantidade de sêmen é transferida para o corpo da fêmea) - pelos filhos, TUDO !.

No momento da postura, a fêmea deposita os ovos em uma ovoteca (recipiente que contém e protege os ovos) feita com várias camadas de espuma protetora expelida pela cuidadosa mamãe para manter os ovos fixados no galho de uma planta.

Cada um dos filhotes tem sua primeira fase de desenvolvimento no interior de um abrigo vermiforme. Saem de lá já com a forma de diminutos louva-a-deus.

Neste momento, muitos deles são devorados por seus predadores naturais: as formigas.

Em relação ao ecossistema do qual participa, este inseto compõe uma rede alimentar formada de centenas de alternativas de condução da energia que nele flui e assim a sua sobrevivência é importantíssima para todo um sistema de VIDA.

Os índios (tupis) chamam este curioso bicho de "emboici" - "mãe de cobra". A razão é a seguinte - no interior do abdome dos louva-a-deus, freqüentemente, está presente um verme fino e comprido (um seu parasita natural). Os índios acreditam que este verme é um filhote que, depois de nascer e crescer, transforma-se em cobra comum.

Coisas que podemos aprender entendendo melhor a vida deste inseto:
· a forma original e eficaz de caçar os insetos (sobre os sensores, os dispositivos de apreensão e a forma de utilização dos apêndices).

· a forma de se camuflar para poder sobreviver ao ataque de inimigos.

· o inusitado canibalismo que ajuda a preservar as fêmeas fecundadas do ataque de predadores.

· que a Natureza é complexa e que as soluções que ela encontra para sustentar a Vida são incríveis e apropriadamente eficientes adotando o enfoque do "viva e deixe viver - que é muito melhor para tudo e todos".

· que os louva-a-deus machos estão fadados a "perder a cabeça" por uma linda namorada ........


Fonte do texto:
http://www.curiosidadeanimal.com/louva_a_deus.shtml


+ Sobre essa Curiosidade:
Tags Relacionadas a "Um inseto muito curioso | O louva-a-deus":
 Louva Deus |   Cidade | 

 


Essa curiosidade foi lida 93032 Vezes | Tema: Animais

Curiosidades Relevantes

Velocidade da luz é intransponível
Albert Einstein revolucionou a física moderna e foi um dos maiores teóricos do mundo nessa ciência. Algumas de suas idéias não puderam ser comprovadas n...
Leram 9790 Vezes

Quais as maiores cidades do mundo?
Altamira, município brasileiro localizado no estado do Pará, ocupou até 2009 o posto de maior cidade do mundo, ostentando uma área de 159 695,938 km². Esse ...
Leram 9036 Vezes

Ficar velho trás felicidade?
Um estudo realizado nos Estados Unidos mostrou que o aumento da expectativa de vida da população pode trazer mais felicidade. É isso mesmo: o envelhecimento...
Leram 2796 Vezes

A Cidade Mais Antiga das Americas - Caral
Em 2001, a cidade mais antiga da América do Sul foi oficialmente reconhecida. Datando de 2.600 anos antes de Cristo. Misteriosa, o que mais intriga é que a ...
Leram 36064 Vezes

Velocidade do Som
Quando ouvimos um avião a jato passar sobre nós e tentamos localizá-lo olhando para a direção da qual o som provém, percebemos que a linha de visão cai a um...
Leram 9112 Vezes

Top 15 nomes bizarros de cidades do Brasil
Você que mora nas grandes capitais do Brasil, como São Paulo e Rio de Janeiro, já se imaginou morando num município chamado “Anta Gorda?” Acha que é brincad...
Leram 14652 Vezes