CuriosidadeCotidianoCuriosidades sobre a Ponte Rio-Niterói

Curiosidades sobre a Ponte Rio-Niterói

Img Mobile - Curiosidades sobre a Ponte Rio-Niterói

Hoje, um dos símbolos da cidade do Rio de Janeiro é a Ponte Rio-Niterói. Sendo meio de ligação de diversas outras cidades com a cidade maravilhosa, a Ponte Rio-Niterói possui a sua importância destacada nos quatros cantos da cidade.

Sendo responsável pela transição de diversos veículos que cruzam a cidade, a Ponte Rio-Niterói foi criada devido à tamanha necessidade, pois na época, o número de veículos aumentou bastante, pois as pessoas saíam da cidade do Rio e partiam para a região norte do estado.

Até hoje, esse fluxo é alto, com diversos veículos cruzando a Baía de Guanabara e indo para a Região dos Lagos, Niterói, São Gonçalo, enfim, outras cidades que fazem parte dessa ligação que somente a Ponte Rio-Niterói oferece.

Com isso, este texto visa apresentar para vocês algumas curiosidades sobre a Ponte. Vamos a elas!


Construção da Ponte Rio-Niterói

1 – A Ponte costuma ter algumas oscilações, quando a velocidade dos ventos superava os 55 quilômetros por hora. O balanço acontecia de forma proposital, para que a estrutura não fosse danificada, o que assustava os motoristas e interditava a Ponte. Em 2004, houve uma implantação de atenuantes, que foram criados pela COPPE/UFRJ, que diminuiu em 80% essas oscilações;

2 – Antes de ser construída a Ponte Rio-Niterói, a travessia entre essas duas cidades se dava através de uma barca, que carregava 54 carros por vez, ou então, era preciso que o motorista desse uma volta pela Baía.

3 – A Ponte Rio-Niterói, assim que foi construída, era a terceira mais longa do mundo, com 13,2 quilômetros de comprimento, ficando atrás apenas da Chesapeacke Bay Bridge, na Virgínia, com 29 quilômetros e da Ponte do Lago Pontchartrain, em Louisiana, que tem 38 quilômetros. Hoje, a sua posição atual no ranking é 11º lugar;

4 – O primeiro veículo a fazer a travessia da Ponte foi o Rolls Royce do presidente Médici. Já o primeiro veículo a passar pelo pedágio foi o do coronel Rodrigo Ajace, que era o secretário geral do Ministério dos Transportes;

5 – A Ponte foi inaugurada no dia 5 de março de 1974, e, ao ter o acesso liberado para todos os veículos, as 6 horas da manhã, duas filas de veículos já esperavam para passar pela obra recém-finalizada;

Ponte Ponte Rio-Niterói movimento de carros

6 – Uma das maiores dificuldades encontradas na realização da obra foi a sua consecução. A Ponte não poderia ser suspensa, pois o aeroporto era muito próximo, e queria evitar acidentes. E, além disso, não poderiam ter muitas vigas, de modo que não atrapalhasse os navios a navegarem pela Baía de Guanabara. Por esse motivo, foi adotada a tecnologia de concreto armado e existe o vão central, que é onde fica a parte mais alta da ponte.

Vista aerea Ponte Rio-Niterói

7 – Quando inaugurada, em 1974, a Ponte tinha capacidade para 50 mil veículos por dia. Hoje, a via já recebe o triplo de veículos. Para aumentar a sua capacidade, as seis faixas de rolamento originais foram remodeladas, de forma que pudesse ser inclusa mais uma faixa para os veículos em cada lado dela.

Vídeo da ponte Rio-Niterói balançando:



Veja também:
A História do Cristo Redentor



+ Sobre essa Curiosidade: Ponte Construções Rio de Janeiro

O site dos curiosos.

Curiosidades Diversas

Veja também

  • Como funciona o trem bala?
  • Consumir café pode reduzir o risco de cancêr de pele
  • Visor de pele eletrônica ultrafina e super elástica de nanomesh é o futuro dos wearables
  • Como agem os xampus e condicionadores em seu cabelo?
  • Círculo surge em plantação nos EUA logo após luz inexplicável
  • Um enorme fragmento de OVNI é encontrado na Sibéria
  • A História da Música: I Don't Want to Miss a Thing
  • 14 alimentos que causam câncer e que você não deveria comer

Você Sabia?

Os elefantes são os únicos animais do planeta que não conseguem pular.