CuriosidadeTecnologiaNASA selecionou três empresas para fazer experimentos na Lua

NASA selecionou três empresas para fazer experimentos na Lua

Img Mobile - NASA selecionou três empresas para fazer experimentos na Lua

A NASA anunciou recentemente que selecionou três empresas para a realização de experimentos na Lua. As companhias selecionadas vão trabalhar em parceria com a agência espacial norte-americana na superfície lunar. Trata-se de uma estratégia que faz parte do programa Commercial Lunar Payload Services (CLPS).

A ideia da NASA é enviar sondas para o solo lunar entre os anos de 2020 e 2021. As empresas selecionadas para participarem do programa são: Astrobotic, Intuitive Machines e Orbit Beyond.

O esforço será bastante audacioso e ajudará a reforçar os objetivos dos Estados Unidos em relação à Lua. A ideia é levar os seres humanos ao ambiente lunar mais uma vez. A nova ofensiva deve ocorrer até o ano de 2024.

O processo de seleção das empresas foi bastante rigoroso. As companhias interessadas foram selecionadas a partir de uma lista que continha nove organizações. As três selecionadas foram escolhidas em novembro de 2018 e competiram por contratos de até US$ 2,6 bilhões para transportar cargas úteis para a Lua. “Todas as atividades anteriores na Lua foram financiadas por superpoderes”, disse o CEO da Astrobotic, John Thornton. Agora, a situação é outra. Empresas privadas poderão pousar na Lua e ainda ganhar dinheiro com isso. A Astrobotic também disse que ainda não selecionou seu provedor de lançamento.

Futuramente, a NASA deve abrir muitos outros contratos para empresas privadas, inclusive para a participação em projetos que incluem a construção do Gateway, o futuro posto orbital lunar. Há também projetos para a construção de novos foguetes para apoiar os lançamentos.

"No próximo ano, a pesquisa inicial de ciência e tecnologia estará na superfície lunar, o que ajudará a enviar a primeira mulher e o próximo homem à Lua em cinco anos", disse o administrador da Nasa, Jim Bridenstine. A agência vai continuar investindo em serviços de pouso comerciais, a fim de construir e consolidar uma economia baseada na exploração espacial no mundo.


Fonte: NASA



+ Sobre essa Curiosidade: NASA