CuriosidadeCiênciasNúcleo atômico em formato de pêra e a antimatéria

Núcleo atômico em formato de pêra e a antimatéria

Img Mobile - Núcleo atômico em formato de pêra e a antimatéria

A descoberta de um núcleo atômico em formato de pera está sendo considerada uma das realizações mais importantes da física nos últimos anos. Mas qual será a importância dessa descoberta?

A verdade é que os pesquisadores analisam o fato do núcleo do átomo ser formado por prótons e nêutrons, e mantidos juntos pela Força Nuclear Forte. Essa característica se contrapõe à repulsão eletrostática que poderia resultar na separação dos prótons.

Até pouco tempo atrás, os cientistas acreditavam que os núcleos atômicos eram apenas esféricos, mas hoje sabemos que alguns deles são ligeiramente alongados, semelhantes ao formato de uma pera. Nessa condição, a Força Nuclear Forte e a eletrostática podem se interrelacionar no interior do núcleo.

A descoberta levou ao questionamento sobre a possível existência de mais uma força fundamental da natureza que age sobre o núcleo atômico. Essa seria uma teoria para explicar a diferenciação agindo entre os formatos do núcleo.

Os físicos passaram a estudar essa assimetria entre matéria e antimatéria em busca de respostas. Para eles, o núcleo atômico em formato de pera pode apontar para uma Nova Física

O primeiro elemento descoberto que apresentou núcleo em formato de pera foi o rádio 226. Desde então, um grupo internacional de pesquisadores tem usado um espectrômetro no CERN para tentar encontrar mais átomos com núcleos semelhantes a esse.

A pesquisa resultou em mais uma descoberta: o núcleo do rádio 224 tem o formato perfeito de uma pera. E o núcleo do átomo de radônio 220 oscila entre uma esfera irregular e uma pera.

Esse novo formato de núcleo atômico indica que os nêutrons e os prótons que compõem o núcleo estão em posições ligeiramente diferentes ao longo de um eixo interno. Os núcleos em forma de pera são assimétricos porque os prótons estariam sendo empurrados para longe do centro por uma força nuclear ainda desconhecida.

Com os estudos, os físicos esperam descobrir uma nova força fundamental da natureza e explicar a assimetria entre matéria e antimatéria no início do Universo.



+ Sobre essa Curiosidade: Átomo Matéria Antimatéria
Comentários:

Curiosidades Relevantes

  • A Antimatéria pesa mais que a matéria?

    Os cientistas David Cassidy e Allen Mills, da Universidade da Califórnia, trabalham para criar uma espécie de versão da antimatéria da experiência da queda ...
    Leram 15669 Vezes

  • Propulsão de Antimatéria

    Cada partícula tem uma antipartícula. Por exemplo, o positivamente carregou antipartícula do próton é o negativamente carregou antipróton, e o negativam...
    Leram 14299 Vezes

  • A matéria escura expande o universo

    Para sabermos se é verdade ou não o título do texto, é necessário que seja explicado o que é matéria escura do universo. No estudo dos cosmos ela é uma maté...
    Leram 17532 Vezes

  • Cientistas Farão o Transporte de Antimatéria

    A antimatéria da ficção científica é totalmente diferente da antimatéria da vida real da física de partículas. Uma equivale a potências espaciais ou bombas,...
    Leram 1576 Vezes

  • Matéria Escura

    A matéria escura, também chamada de matéria negra, é objeto de estudo da cosmologia. Ela é classificada como uma forma postulada de matéria, que não apresen...
    Leram 22354 Vezes

  • O Fenômeno da Desmaterialização

    Entre Mundos Paralelos É possível um objeto sólido desmaterializar-se para em seguida se rematerializar no mesmo ou em outro lugar? Ou ainda passar atravé...
    Leram 22225 Vezes

Nos siga

O site dos curiosos.

Curiosidades Diversas

Veja também

  • Top 10: atores e atrizes mais bem pagos na história
  • Curiosidades Linguísticas
  • Cientistas Farão o Transporte de Antimatéria
  • Esta teoria diz que o mundo vai acabar em setembro
  • Assistir pornografia diminui a religiosidade?
  • Dicas para perder peso
  • No Escritório
  • Quais animais são mais resistentes à escassez de água?

Você Sabia?

O chocolate ao leite foi inventado por Daniel Peter e vendido ao seu vizinho, Henri Nestlé.