Ciências

O que acontece se uma mulher tomar viagra?

imagem: Yuriy Maksymiv

Você provavelmente sabe o que é viagra, não é mesmo? Tenha você usado, ou não, é bem provável que saiba qual a função dessa pílula. Mas, para aqueles que não sabem, aqui vai uma explicação bem grosseira: a pílula foi desenvolvida para homens e sua função é garantir a ereção, permitindo uma vida sexual ativa. Não existe nenhum produto como esse para mulheres e porquê disso pode ser do interesse de algumas pessoas.

É histórico que a indústria farmacêutica nem sempre tem os interesses femininos no melhor dos lugares. Medicações como a pílula anticoncepcional, por exemplo, são bons exemplos: fazem o serviço, mas o custo é alto para a saúde da mulher e ninguém parece se importar. Ao mesmo tempo, as prateleiras das farmácias são cheias de produtos que prometem de tudo um pouco, mas que não são exatamente necessários, como sabonete íntimo, absorvente diário, etc.

O viagra é, em geral, indicado para homens e chega a ser não regularizado para o uso feminino, enquanto alguns países são claros em proibir o uso. Esse não é um medicamento recreativo, apesar de ser sempre alvo de brincadeiras e piadas; isto é, seu uso deve ser feito sob acompanhamento médico. Resumindo a história: não saia daqui tendo ideias, ok?

O uso de viagra por mulheres nunca foi de grande interesse, mas isso pode estar mudando. Em 2008, por exemplo, um pequeno estudo sugeriu que o sildenafil, o princípio ativo do viagra, pode ser útil para mulheres que sofrem com a libido reduzida em função do uso de antidepressivos. O estudo foi relativamente pequeno e precisava ser mais aprofundado, mas parece não ter sido acompanhado após a publicação. O resultado disso é que, apesar das descobertas desse estudo, não existem informações claras e objetivas sobre o quão positivo seria o uso de viagra por mulheres.

PUBLICIDADE

Além da falta de informações sobre o quão eficaz a droga poderia ser para mulheres, existe um outro ponto muito importante: não se sabe se o sildenafil é seguro para mulheres. É conhecido que o uso pode trazer efeitos colaterais como dores de cabeça, fogachos, tontura, náusea, nariz entupido e distúrbios visuais. Ainda assim, ninguém sabe quais poderiam ser os efeitos do uso prolongado da droga em mulheres.

No entanto, existe uma necessidade real de compreender melhor os efeitos do sildenafil nas mulheres, dados os benefícios potenciais que o medicamento pode ter para outras doenças. Um estudo do início deste ano descobriu que o Viagra pode reduzir significativamente o risco de outro ataque cardíaco e aumentar a expectativa de vida em homens já diagnosticados com doenças cardiovasculares. Recentemente, outro estudo promissor sugeriu que poderia ajudar a prevenir a doença de Alzheimer.

Existe, no fim das contas, uma versão feminina para o viagra? Por mais que existam muitos artigos por aí falando sobre isso, a verdade é que não existe. O viagra é uma droga que age de forma prática no organismo, dilatando vasos sanguíneos. Para mulheres, não existe nada nem sequer parecido. O máximo que você pode encontrar são medicamentos que agem de forma química, no cérebro e possuem eficácia discutível.

Sobre o Autor

Roberta M.

Gosto de escrever sobre diversos assuntos, principalmente curiosidades e tecnologia. Contato: [email protected]