Cotidiano

O que são aquelas formas estranhas que aparecem na nossa visão

A maioria de nós já teve a sensação de estar vendo formas estranhas ao olhar para algum ponto fixo. Geralmente, quanto mais piscamos, mais essas formas parecem se mexer. É curioso porque muitos de nós passamos por isso, mas geralmente não falamos a respeito e nem sequer sabemos que é algo recorrente. Isso se deve a dificuldade que enfrentamos ao tentar explicar aquilo que vimos. Afinal de contas, nem todo mundo consegue explicar de uma forma que torne o fato compreensível ao outro.

A melhor forma de descrever seriam formas que lembram pequenas larvas se movendo, que aparecem de forma súbita em nosso campo de visão e duram por alguns instantes. Se você já passou por isso e já se perguntou do que se trata, então fica por aqui que a gente vai te explicar o que é.

Seu nome científico é Muscae volitantes, ou “moscas voadoras” – mas eles não são insetos. Como um excelente vídeo TED-Ed explica, eles são objetos minúsculos dentro de seus olhos. Eles podem ser pedaços de tecido, glóbulos vermelhos ou aglomerados de proteínas flutuando no humor vítreo. Esta é a substância gelatinosa entre a lente e a retina que mantém o olho em forma.

Você imaginava que essa poderia ser a explicação para isso? Muitas pessoas acreditam que se trate de algo relacionado ao sol, já que muitas vezes essas visões aparecem quando olhamos para o céu em dias ensolarados. No entanto, essa não é a única condição. É muito curioso pensar que essas formas estão “dentro” dos nossos olhos.

PUBLICIDADE

Para que esse fenômeno aconteça, é preciso que haja uma luz incidindo contra os olhos. A luz entra no olho através da lente e ativa certas células na retina, mas conforme os flutuadores se movem ao redor do vítreo, eles projetam sombras na retina, criando as imagens peculiares que muitos de nós podemos ver.

O vídeo abaixo, com legendas em português, explica mais detalhadamente como esse processo funciona e o que exatamente ativa essas “visões”.

PUBLICIDADE

O corpo humano é cheio de mistérios que continuam nos surpreendendo conforme o tempo passa. É muito confuso, em alguns momentos, porque as vezes sentimos que somos os únicos passando por aquela situação e nos sentimos mal de tentar explicar. O constrangimento faz com que muitas experiências fiquem restritas, o que reforça o sentimento de isolamento e nos impede de avançar em alguns temas.

Nesse caso, é ainda mais delicado porque se trata de algo relacionado a visão. Como explicar que você enxerga larvas voadoras para alguém? Quando só você enxerga algo que “não existe”, é natural que exista um certo receio de tocar no assunto. No entanto, essa também é uma prova de que algumas conversas constrangedoras valem a pena ser conversadas.

Você pode se surpreender o tempo todo com o corpo, simplesmente porque se trata de algo surpreendente. Existem ainda muitos mistérios que não foram descobertos e isso apenas torna a ciência ainda mais aguçada em estudar tais detalhes. Quem sabe você não será o próximo a fazer uma descoberta?

Sobre o Autor

Roberta M.

Gosto de escrever sobre diversos assuntos, principalmente curiosidades e tecnologia. Contato: [email protected]