CuriosidadeAnimaisTudo sobre o Inseto Vaga-lume (Pirilampo)

Tudo sobre o Inseto Vaga-lume (Pirilampo)

Img Mobile - Tudo sobre o Inseto Vaga-lume (Pirilampo)

O Vaga-lume, também conhecido como pirilampo, é um inseto bastante curioso e interessante, que faz parte da categoria dos coleópteros, caracterizados pelas emissões de luzes fosforescentes. Essa espécie é muito comum no Brasil, sendo encontrada basicamente na família Lampyris noctiluca, na qual apenas os insetos machos são alados.

Os vaga-lumes se alimentam de vegetais, possuem órgãos bioluminescentes na região inferior da área abdominal e têm hábitos de vida noturnos. Saiba mais!


Habitat



Os vaga-lumes costumam aparecer no início da noite. Eles vivem em áreas com árvores e plantas e são reconhecidos por causa de seu brilho esverdeado, que pode ser contínuo ou intermitente. No Brasil, a espécie está presente em regiões com vegetação, mas o inseto também pode ser encontrado em outras áreas tropicais e temperadas do planeta.

O vaga-lume se enquadra na família dos lampirídeos, que engloba todos os insetos que emitem fosforescência. Estima-se que existam mais de 1900 tipos de espécies diferentes de vaga-lumes no mundo, sendo a Lampyris noctiluca a mais comum de todas. Os insetos fêmeas não possuem asas.


Quanto tempo vive um vaga-lume?



Vaga-lume (Pirilampo)

Os vaga-lumes usam sua bioluminescência (emissão de luz) para a comunicação biológica. Segundo os pesquisadores, apenas no Brasil podem ser encontradas 500 espécies distintas desse inseto.

O vaga-lume tem grande importância para o equilíbrio ecológico do planeta, mas, infelizmente, o inseto está, aos poucos, desaparecendo, principalmente por causa da poluição, da presença de luzes artificiais em áreas rurais e por causa do desmatamento do meio ambiente.

As espécies de vaga-lume utilizam sua luz para atrair e encontrar um parceiro sexual. Por isso mesmo, a presença das luzes artificiais pode atrapalhar esse processo de reprodução da espécie, pois dificulta o encontro do macho com a fêmea.

Estes insetos apresentam tamanhos que variam de 1 a 3 centímetros de comprimento e vivem, em média, de 1 a 3 anos.


Por que o vaga-lume acende?



Os vaga-lumes emitem luz por causa da presença da luciferina, uma substância que é oxidada pelo oxigênio, por meio da enzima luciferase, e faz com que os insetos percam energia, resultando na emissão de luz. Esse é um processo completamente controlado pelo sistema nervoso.

A oxidação da substância luciferina, que é produzida em células especiais, está relacionada tanto à luminosidade dos insetos que brilham constantemente quanto daqueles que brilham em intervalos. Cada espécie tem seu padrão de luminosidade.

Como já mencionado, a luz do vaga-lume serve como uma forma de comunicação entre machos e fêmeas, fator essencial para a reprodução da espécie.



+ Sobre essa Curiosidade: Inseto

O site dos curiosos.

Veja também

  • Hong Kong confirma seu primeiro caso humano de gripe aviária H7N9
  • A curiosa história do velho anão do golfo, sem dentes e com rosto estranho
  • Curiosidades sobre Porto Rico
  • Homem gasta US$ 200 mil em cirurgias plásticas para ficar parecido com Jesus
  • Perigeu e Apogeu Lunar
  • Qual a diferença entre tufão, ciclone e tornado?
  • As 50 Melhores Pérolas de Galvão Bueno
  • Origem das Damas de Honra

Você Sabia?

Em um tempo de vida médio é possível afirmar que a pele humana é renovada mil vezes.