Compostagem Doméstica

O processo de reciclagem do lixo orgânico feito em casa é conhecido como compostagem doméstica. Todas as sobras orgânicas, como restos de alimentos, são transformadas por meio de compostagem em adubo para plantação e jardinagem, dando um destino correto e produtivo para o lixo orgânico. Ao invés de comprar um adubo químico, pode-se usar a compostagem natural.

Ecologicamente correta, a compostagem doméstica é uma maneira eficiente de reduzir a quantidade de gás metano que é despejada no meio ambiente quando o lixo orgânico é enviado para os lixões. O gás metano é um dos responsáveis pelo efeito estufa e pelo aquecimento global, e a compostagem doméstica reduz a emissão deste poluente na atmosfera.

Como fazer a compostagem doméstica?



Para fazer a compostagem doméstica você vai precisar de uma composteira, que é vendida por diversos sites especializados na internet. O tipo mais comum é a composteira com minhocas.

mao na terra

Como funciona a composteira com minhocas?




A vermicompostagem é o processo de compostagem doméstica com minhocas. A vantagem é que a estrutura da composteira é, em certa medida, pequena, sendo adaptável para casas e até mesmo apartamentos.

O húmus de minhoca é gerado nesse tipo de composteira, criando um adubo com grande quantidade de flora bacteriana e que fornece às plantas diversos nutrientes para que elas fiquem mais saudáveis.

Para fazer a composteira doméstica, caso você decida por não comprar uma, você vai precisar de aproximadamente 100 minhocas, galhos pequenos, folhas secas e 3 caixas pretas ou marrons, sendo que uma delas tem que ter tampa, obrigatoriamente.

Você deverá empilhar essas caixas, formando 3 níveis, sendo que nas duas caixas de cima você vai realizar furos para que o conteúdo da caixa superior passe para a inferior.

A decomposição natural do lixo orgânico, chamada de compostagem, acontece no interior dessas caixas. A caixa debaixo, a última delas, vai servir para coletar o lixo orgânico por completo, que é usado em hortas e plantas, para regar, quando está diluído.

Passo a passo para a compostagem doméstica



A caixa superior deve ser forrada com os galhos e folhas secas. Se preferir, você pode usar serragem, criando para a composteira uma espécie de dreno. A segunda camada é formada pelas minhocas e, depois, a última camada da primeira caixa é formada pelo lixo orgânico.

Depois de colocar o lixo orgânico, é importante cobrir os resíduos com folha seca, para que a oxigenação seja completa e nenhum cheiro ruim se espalhe pelo ambiente.

Como fazer a compostagem doméstica sem minhocas?




O processo de compostagem doméstica sem minhocas é muito parecido com o anterior, porém é feito com cebola ou casca de alho. Uma das diferenças, e que aparece como fator negativo, é que a compostagem sem minhocas é mais lenta e o cheiro tende a ser mais desagradável.

Um dos principais problemas é que, se não houver a oxigenação esperada, a compostagem doméstica vai ficar mofada, intensificando o mau cheiro.

Veja algumas dicas para fazer a compostagem doméstica



Para a compostagem doméstica ser eficiente, é muito importante que você coloque lixo orgânico na composteira todos os dias. Se a caixa superior ficar lotada de lixo orgânico, passe ela para baixo e coloque a vazia para cima, mas não precisa adicionar mais minhocas.

Composteira, plantas

A coleta de adubo orgânica é feita a cada 3 meses. E todo o lixo orgânico que você pretende depositar na composteira deve ser aquele que favorece a compostagem doméstica, por isso pesquise antes de colocar.

Compostagem Doméstica

Curiosidades Relevantes

Leia Mais