Cotidiano

Dialeto e sotaque, afinal qual a diferença?

O mundo é enorme e isso significa que existe muita diversidade, muitas diferenças entre um povo e outro. As pessoas não são iguais e isso se torna cada vez mais claro quando você para e se dedica a conhecer os outros. Todos somos diferentes e essas diferenças é o que nos torna únicos. Parece clichê não é mesmo? Mas é a mais pura verdade também. As diferenças entre povos vão desde a alimentação, música, modo se vestir, costumes e muito mais, até o idioma muda.

Quando falamos em idioma, linguagem, uma coisa muito interessante é que ele pode ter grandes variações dentro de um mesmo povo. Pense, por exemplo, no português falado no Brasil. Nosso país é imenso e possui diversas regiões distantes umas das outras. Não é difícil entender porque o nosso português tem tanta diferença de um lugar para outro. O modo como o paulista fala português é diferente do modo como o pernambucano ou o capixaba falam. Mas como se chama essa diferença? Não é difícil encontrar pessoas confundindo dialeto e sotaque. Você sabe a diferença?

Entender profundamente cada uma dessas expressões pode não ser tão simples, mas é fácil entender a ideia. O sotaque é geralmente relacionado a maneira como falamos, a maneira como apresentamos o idioma. Por exemplo, o Rio de Janeiro é conhecido por ser a terra do “x”, onde os moradores geralmente puxam o som de x em palavras escritas com “s”. “Excovar”, “expiar”, “poxtar”, dentre outros exemplos que em outras regiões do Brasil, como em Minas Gerais, por exemplo, são pronunciadas puxando o “s”, como: “eScovar”, “eSpiar”, “poStar”. São muitos exemplos possíveis, mas a ideia aqui é entender que sotaque esta relacionado com a maneira como falamos o idioma.

O dialeto é um assunto diferente, porque abrange mais aspectos da cultura além da maneira como se pronuncia o idioma. O dialeto abrange o vocabulário, gramática, até mesmo a maneira como se usa o idioma e, também, o sotaque. Ou seja, o dialeto é ainda mais amplo que o sotaque, embora se refira também a linguagem. A linguagem, por sua vez, é outro aspecto da cultura, mas ainda mais amplo que as duas anteriores.

PUBLICIDADE

Como diz o ditado, a cultura é viva e, consequentemente, sotaque e dialeto estão em constante mudança. Essas mudanças acontecem porque a cultura esta sempre mudando, influenciando na forma de agir, pensar, falar e em todo o resto. Todas essas mudanças vão desembocar na forma como os indivíduos se comunicam, portanto, na linguagem.

Então dialetos são idiomas próprios? Não necessariamente. Um dialeto do português, por exemplo, ainda esta inserido no português. Um falante de dialeto português ainda é falante de português. O português, a nível de curiosidade, é o idioma oficial de 9 países: Portugal (Europa), Brasil (América), Timor-Leste (Ásia), São Tomé e Príncipe, Moçambique, Guiné Equatorial, Guiné-Bissau, Cabo Verde e Angola (África). Além desses países, também vale citar a região de Macau, atualmente integrada a China. Esse território também foi invadido e explorado por portugueses, mas foi reintegrado pela China e tem perdido o português como idioma mais falado, mas ainda é o idioma oficial.

Sobre o Autor

Roberta M.

Gosto de escrever sobre diversos assuntos, principalmente curiosidades e tecnologia. Contato: [email protected]