Cotidiano

Gêmeos: um é vegano e o outro é carnívoro; quais as diferenças?

O quanto uma dieta pode alterar na aparência e desenvolvimento das pessoas? Para descobrir a resposta dessa pergunta, um grupo de pesquisadores propôs um desafio à dois irmãos gêmeos. Hugo e Ross Turner eram perfeitos para a pesquisa porque são irmãos gêmeos idênticos geneticamente, o que auxiliou a obter resultados confiáveis. A ideia era simples: um gêmeo deveria fazer uma dieta inteiramente vegana, enquanto o outro deveria fazer uma dieta carnívora, isto é, baseada em proteína animal.

A proposta não parava por aí: ambos os irmãos deveriam fazer a ingestão da mesma quantidade de calorias, além de seguir uma mesma rotina de exercícios físicos. Foram 12 semanas imersos nessa proposta, para comparar resultados e alterações. O projeto foi conduzido por pesquisadores do King’s College London.

A escolha dos voluntários não foi por acaso, como explica o professor Tim Spector, que conduziu o projeto. “Queríamos usar o modelo de gêmeos idênticos, que são clones genéticos, para testar o efeito da dieta e dos exercícios e como esses indivíduos respondem a diferentes tipos de alimentos”, explicou ao BBC Real.

PUBLICIDADE

Um dos detalhes da pesquisa é que ambos os irmãos seguiam dietas carnívoras, o que demandou uma grande mudança para o irmão Hugo Turner. Coube a ele adotar uma dieta inteiramente vegana, o que não foi tão fácil no começo. Ainda assim, a alteração na dieta causou mudanças que foram bem recebidas, a longo prazo. Sobre a experiência, ele declarou:

Eu estava fazendo dieta vegana e isso realmente afeta seu corpo. Acho que nas primeiras semanas eu estava com muita vontade de comer carne, laticínios e queijo. Eu amo queijo. Agora estava tendo que comer frutas e nozes e alternativas que não continham laticínios – e isso significava que eu estava comendo muito mais alimentos saudáveis, o que significava que meus níveis de açúcar estavam muito saciados durante o dia. Eu senti que tinha mais energia.

Para Ross, as mudanças não foram tantas porque, mas ele também narrou alguns aprendizados. Ross explica que percebeu o quanto se alimentava com alimentos ultraprocessados ao observar as refeições saudáveis do irmão. Ainda assim, Hugo percebeu uma perda significativa em suas bactérias intestinais, o que alterou sua rotina de idas ao banheiro – enquanto Ross não passou pelo mesmo problema. Com isso, teoricamente, Hugo estaria mais vulnerável a doenças do que o irmão.

Quanto a alterações no corpo, Hugo teve bons resultados com o controle de colesterol e níveis de açúcar, além de ter perdido peso. Já para Ross, a grande experiência foi marcada por oscilações de energia, o mesmo não foi observado por Hugo, que sentiu mais energia.

PUBLICIDADE

Apesar dos dois serem irmãos gêmeos idênticos, e este ser o mais próximo de uma comparação entre organismos idênticos, a verdade é que o metabolismo entre irmãos gêmeos é bastante diferente. “Descobrimos que, em média, a maioria dos gêmeos idênticos compartilha apenas entre 25% e 30% de seus micróbios entre si. Achamos que é por isso que muitos de seus metabolismos são diferentes e eles reagem aos alimentos de maneira diferente”, explicou Specter.

Sobre o Autor

Roberta M.

Gosto de escrever sobre diversos assuntos, principalmente curiosidades e tecnologia. Contato: [email protected]