CuriosidadeTecnologiaLeitura biométrica de íris e retina

Leitura biométrica de íris e retina

Img Mobile - Leitura biométrica de íris e retina

A grande tendência em reconhecimento e certificação de identidades é o uso de tecnologias para a leitura biométrica da íris e da retina, duas informações que são únicas em cada ser humano e que não podem ser fraudadas. As máquinas que fazem esse tipo de leitura conseguem reproduzir imagens dos olhos em altíssima resolução e comparam as informações com um amplo banco de dados.

A leitura da retina analisa os vasos sanguíneos que irrigam o fundo do olho. Já a identificação pela íris examina os anéis coloridos que estão localizados ao redor das pupilas.

Estas duas formas de decodificação são complexas e consideradas super seguras. O reconhecimento da íris já é utilizada em maior escala no mundo, e tem sido apontada como a mais eficiente de leitura biométrica.

Atualmente, uma leitora de retina custa, em média, R$ 8 mil, e um equipamento de leitura de íris sai por cerca de R$ 4 mil. Estas tecnologias são utilizadas em processos de reconhecimento que duram segundos e conseguem apontar com total segurança a identidade de uma pessoa.

Os sistemas mais avançados de biometria por íris e retina podem varrer mais de 10 milhões de registros em apenas dois segundos.



+ Sobre essa Curiosidade: Olhos

O site dos curiosos.

Curiosidades Diversas

Veja também

  • Por que tudo o que é vivo precisa de água para sobreviver?
  • Uma monstruosa e rara estrela tem expelido quatro sóis
  • Os enfeites da árvore de Natal
  • Por que o vaga-lume acende?
  • Por que espirramos?
  • Conheça o primeiro telefone com Android do mundo
  • Estudo afirma que ejacular 21 vezes por mês previne o câncer de próstata
  • Quanto somos semelhantes aos macacos?

Você Sabia?

O chocolate ao leite foi inventado por Daniel Peter e vendido ao seu vizinho, Henri Nestlé.