Cotidiano

Por que a urina é amarela?

A cor da urina pode indicar se há ou não problema de saúde. Para isso é preciso saber qual a coloração natural da urina do ser humano.

A urina é resultado do bom trabalho renal, esse responsável pela limpeza sanguínea.

Por causa das suas substâncias, a cor natural e saudável da urina é amerelo-palha e seu sabor salgado. O salgado deriva de sais colhidos do sangue pelos rins. A cor amarela pálida origina da amônia e da bilirrubina, também presentes na corrente sanguínea.

Depois os rins convertem essas substâncias em ureia e urobilinogênios, que dão cor amarelada ao popular “xixi”. A quantidade de água que ingerimos é responsável ou não por deixar a urina mais clara, pois serve para diluir as substâncias que colorem a urina. Portanto, é regra que bastante ingestão de água resulta em urina mais clara, podendo chegar até a transparência.

Esse modelo é correspondente ao funcionamento saudável e genérico dos rins e da urina. Em alguns casos, o xixi pode mudar de cor. Alguns nutrientes da alimentação podem ser expelidos pela urina, assim alteram a cor natural do xixi. O uso de medicamentos também pode mudar a cor da urina, por isso é importante ser orientado pelo médico sobre os efeitos colaterais dos medicamentos.

PUBLICIDADE

Em casos extremos, a alteração da cor da urina pode significar o aparecimento de doenças. As mais comuns são necrose tubular aguda, uropatia obstrutiva unilateral aguda, endocardite, hepatite, nefrolitíase, câncer de próstata e prostatite crônica.

Como essas doenças variam entre lesões, infecções e inflamações de parte do aparelho urinário, o xixi pode apresentar as seguintes alterações:
– Urina turva ou leitosa;

– Cheiro forte ou desagradável;

PUBLICIDADE

– Cor marrom, causada pelo excesso de bilirrubina;

– Cor vermelha, rosada ou marrom claro, causadas por gotículas de sangue.

A cor rosada do xixi pode ser causada também por:
– Uso de alimentos como beterraba;

– Uso de corantes.

A cor laranja do xixi pode aparecer quando:
– Houver uso exagerado de vitaminas taminas do complexo B;

– Uso aumentado de Betacaroteno;

– Uso de medicamentos como fenazopiridina, rifampina e varfarina;

– Uso de laxantes.

A urina ainda pode variar para cores como verde e azul quando:
– Houver uso de corantes alimentícios;

– Houver uso de medicamentos que justifiquem a mudança de cor;

– Houver infecção específica, com substância que interfira dessa maneira.

É importante orientar que qualquer alteração urinária inconveniente ou suspeita requer investigação médica.

Sobre o Autor