Cotidiano

Por que os Brasileiros são tão pacivos com os abusos da política?

O Brasil é um país que carrega o estigma da corrupção política. Entra governo, sai governo e os escândalos não param de aparecer.

Mas por que os brasileiros são tão pacivos com os abusos da política? A resposta não é tão clara, mas é certo que a maior parte dos brasileiros é acomodada.

No Brasil existem poucos movimentos populares espontâneos. E quando isso acontece, quando o povo vai à rua, o movimento é logo associado a sindicatos e partidos de esquerda.

Vivemos num país democrático, onde a democracia parece não ser valorizada. Na época da ditadura brasileira havia mobilização social contra o governo, não só nas ruas, mas também nas artes e na imprensa. O povo se indignava e lutava.

PUBLICIDADE

Atualmente, os brasileiros vivem a inércia, parecem acostumados aos escândalos e esquemas que regem a política do país. Pesquisadores e sociólogos afirmam que os grupos que, historicamente, lutavam contra os abusos políticos, hoje estão vendidos à máquina do governo, recebendo milhões de reais para se calarem.

Uma das últimas grandes manifestações públicas do Brasil foi a dos “Caras Pintadas”, que resultou na queda do ex-presidente Fernando Collor.

Podemos dizer que a sociedade brasileira ficou mais fraca, e o estado ficou mais forte. Por isso os brasileiros não reagem aos casos de corrupção que vivem estampados nas manchetes dos jornais.

PUBLICIDADE

Os valores ideológicos foram perdidos e, hoje, até mesmo a imprensa brasileira não está imune às amarras que defendem interesses políticos e financeiros.