CuriosidadeCotidianoProfessor de Londres foi demitido por não saber ler e escrever

Professor de Londres foi demitido por não saber ler e escrever

Img Mobile - Professor de Londres foi demitido por não saber ler e escrever

Um professor chamado Faisal Ahmed recebeu a aprovação para dar aulas em uma renomada escola secundária de Londres, na Inglaterra. Contudo, após passar no programa de treinamento de professores da TeachFirst e iniciar sua atividade, o homem acabou suspenso por não saber ler e escrever de forma correta e por apresentar problemas de compreensão de textos escritos.

O professor lecionou apenas alguns dias na escola St Thomas More Catholic, localizada em Wood Green, no norte de Londres. A instituição católica é uma das mais importantes da região, considerada uma escola de elite.

De acordo com a instituição, o professor apresentava “extrema dificuldade com caligrafia, problemas de leitura e compreensão dos testes escritos”. O professor foi convocado pelo diretor e suspenso das aulas.

Segundo informações divulgadas pela imprensa londrina, Ahmed sofre de dispraxia, uma condição que afeta a coordenação. O diretor Mark Rowland afirmou que o professor era incapaz de escrever por "mais do que alguns minutos", já que sua condição lhe causava muita dor.

A Teach First recruta os melhores graduados para atuarem nas escolas enquanto estudam. A organização é responsável por manter a qualificação do ensino e recebe milhões em financiamento.

Criado em 2002, seu programa de desenvolvimento de liderança de dois anos oferece treinamento em escolas enquanto os professores estudam para obter o diploma de pós-graduação em educação. Neste estágio, os professores recebem um salário e o apoio de especialistas.

Os rigorosos critérios de seleção do programa tornaram o caso de Ahmed ainda mais inusitado. Como ele teria conseguido passar nos testes se não tinha condições de ler e escrever com precisão? O fato se tornou um escândalo.

Por causa de sua condição de saúde, Ahmed, que está na faixa dos 30 anos de idade, processou a escola por discriminação por causa de sua deficiência cognitiva. Contudo, ele perdeu sua batalha legal e teve que recorrer no caso.

A Teach First admitiu que não informou a escola sobre a condição de saúde de Ahmed. Um porta-voz da organização disse que eles têm os mais altos padrões para a seleção dos candidatos que ingressam no programa de treinamento de professores e que os profissionais precisam passar em diversos testes de habilidades para se tornarem futuros professores de matemática e alfabetização.

O professor Faisal Ahmed, que mal sabia ler e escrever, foi diagnosticado com um distúrbio do desenvolvimento que afeta o movimento e a coordenação. Ele foi suspenso da escola em 2016. De acordo com documentos legais, ele perdeu seu processo no tribunal e fez um apelo na corte em 29 de março de 2019.


Fonte: Dailymail



+ Sobre essa Curiosidade: Notícias Bizarras Escola Inglaterra Professor

O site dos curiosos.

Curiosidades Diversas

Veja também

  • O que é Borderline?
  • Melhores presentes de natal
  • Por que temos pesadelos?
  • Barata - A Campeã de Velocidade no Reino Animal
  • Quais os pioneiros no mundo a praticar musculação?
  • Para que serve um Colisor de Partículas?
  • Por que morremos?
  • Quem foi Tiradentes?

Você Sabia?

Uma pessoa gasta 5 anos de sua vida comendo.