CuriosidadeInvençõesSaiba mais sobre o eletroímã

Saiba mais sobre o eletroímã

Img Mobile - Saiba mais sobre o eletroímã

Um eletroímã é um rolo de fio isolado em torno de uma barra de ferro.

Você pode magnetizar um eletroímã por meio de uma corrente elétrica e pode desmagnetizá-lo paralisando a corrente.

Usamos mais eletroímãs que imãs permanentes porque eletroímãs podem ser mais intensos e porque podemos controlar facilmente sua magnetização.


Fonte:
Sala de Fisica



+ Sobre essa Curiosidade: Eletroímã Eletrônica
Comentários:

Curiosidades Relevantes

  • A Eletrônica e a Medicina

    ELETROMEDICINA Eletroencefalografia Mesmo depois do aparecimento das válvulas eletrônicas, no início deste século, os registros dos eletroencefalogramas...
    Leram 17036 Vezes

  • A Origem da Eletrônica

    Por Prof. Alexnaldo Castro Neves Poucas pessoas se dão conta, ao ouvir o rádio ou ao ver a televisão, da grandiosidade que representou para a humanidade a ...
    Leram 50727 Vezes

  • A urna eletrônica é segura?

    As eleições brasileiras são consideradas eficientes por conta da rapidez na apuração dos votos. Contudo, questiona-se muito a segurança do sistema de urnas ...
    Leram 4404 Vezes

  • O Inicio da Eletrônica

    Eletrônica Estados Unidos 1840 Com Galileu, Torricelli, Newton, Kepler, inicia-se no século XVII a grande aventura do conhecimento humano: são descobert...
    Leram 20568 Vezes

  • A Tinta Eletrônica

    Novidade da tecnologia: a tinta eletrônica, que permitirá a reutilização do papel inúmeras vezes. Simplificando, a tinta é feita de partículas de metal ...
    Leram 16089 Vezes

Nos siga

O site dos curiosos.

Curiosidades Diversas

Veja também

  • 27 razões para dizer ao seu melhor amigo(a) o quanto você o ama
  • O mundo irá acabar em Setembro de 2015
  • 16 fatos que você não sabe sobre a depressão
  • Google Street View na Estação Espacial Internacional
  • O curioso Cometa ISON
  • Por que espirramos?
  • O Susto e o Soluço
  • O que é alergia?

Você Sabia?

A pele humana é renovada 1.000 vezes ao longo da vida.