Torre de Hanoi

Segundo um mito indiano, o centro do mundo está sob a cúpula do templo de Benares.

Nele há uma placa de latão onde estão fixadas três agulhas de diamantes.

Ao criar o mundo, Brama colocou, em uma dessas agulhas, sessenta e quatro discos de ouro puro de tamanhos diferentes, estando o maior deles junto à placa e o menor no topo.

É a Torre de Brama. Segundo as imutáveis leis de Brama, os sacerdotes do templo mudam sem cessar, e cada sacerdote move apenas um disco por vez, sem nunca colocar um disco sobre outro menor.

Quando os sessenta e quatros discos tiverem sido transferidos de uma agulha para outra, a torre, o templo e os sacerdotes serão transformados em pó e o mundo desaparecerá com um trovão.

Para a Torre de Brama, serão necessários 18.446.744.073.709.551.615 movimentos para realizar o objetivo.

Se cada disco levasse um segundo para ser transportado, seriam necessários seis bilhões de séculos para completar a tarefa.

Como as estimativas para a existência de vida na terra são de poucos milhões de anos, a profecia contida no mito que deu origem ao jogo não deve preocupar nenhum mortal.

A Torre de Hanói, uma simplificação da Torre de Brama, foi criada pelo matemático francês M. Edouard Lucas.

Tem as mesmas características da torre mencionada acima, com a redução de sessenta e quatro para oito discos.

Atualmente ela tem sido utilizada com alunos do ensino fundamental e médio, onde ela tem três pinos e sete discos.


Fonte:
Hpdemat



+ Sobre essa Curiosidade: Torre de Brama Torre de Hanoi India Leis de Brama

O site dos curiosos.

Curiosidades Diversas

Veja também

  • Sete perguntas para você fazer a um ET
  • Quais os estilos musicais preferidos no Brasil?
  • Quem fica muito tempo sentado tem mais chances de morrer
  • Quais são as maiores taxas de suicídio no mundo?
  • 20 comidas estranhas para comer antes de morrer
  • Porque fritura é tão agradável ao paladar?
  • Físicos criam modelo matemático para a máquina do tempo
  • A origem do símbolo @

Você Sabia?

Em um tempo de vida médio é possível afirmar que a pele humana é renovada mil vezes.