CuriosidadeTecnologiaHacker inutiliza mais de 100 automóveis remotamente

Hacker inutiliza mais de 100 automóveis remotamente

Img Mobile - Hacker inutiliza mais de 100 automóveis remotamente
Img - Hacker inutiliza mais de 100 automóveis remotamente




As tecnologias são uma parte integrante da nossa vida. São um meio para auxiliar e tornar o nosso dia-a-dia mais fácil. Podem, em alguns casos, proporcionar alguns episódios insólitos e tornarem-se na mãe de todas as dores de cabeça. Exemplo disso são as recentes vítimas de “Car Hacking”.

Tudo aconteceu em Austin no Estado do Texas – EUA, quando alguns motoristas de depararam com seus carros a buzinar de uma forma infernal ou a não conseguirem dar partida. Esta “proeza” foi supostamente causada, por Omar Ramos Lopez um mecânico de 20 anos. Ao que parece foi uma atitude muito à americana, Lopez tinha sido despedido, devido a um corte dos recursos humanos, um mês antes dos acontecimentos.

Como não ficou satisfeito com a decisão decidiu retaliar a empresa por ser despedido, utilizando um software Web based denominado Webtech Plus, adquirido há pouco tempo pela empresa. Este software serve para persuadir os seus clientes a continuarem a pagar as prestações dos veículos adquiridos na agência de automóveis, induzindo alguns comportamentos anormais nos seus automóveis ou mesmo recuperar o controle dos seus automóveis em situações extremas de falta de pagamento.

Basicamente a agência poderia com este software desativar remotamente o sistema de ignição, colocar em modo intermitente de buzina, tudo de modo a lembrar as obrigações financeiras, sem nunca imobilizar o automóvel em movimento. Tudo isto é conseguido através de uma caixa preta, instalada nos veículos, que com base em ondas wireless sincronizavam em vários pontos de acesso e cujo controle estava concentrado em um único site centralizado (Webtech Plus).

Ao que parece a conta no sistema de Lopez tinha sido desativada pouco depois de ser despedido, mas alegadamente este conseguiu entrar na conta de outro colega, fazer uma pesquisa por clientes, até descobrir que podia descarregar a base de dados de mais de 1100 registos de clientes que possuíam automóveis equipados com este sistema. A partir daí foi uma questão de começar a varrer a ficha desses clientes, vandalizar dados e aproveitar para inutilizar alguns veículos bem como ativar algumas buzinas. Lopez foi detido pela polícia onde aguarda agora julgamento.

É um dos casos mais flagrantes, dos malefícios da tecnologia quando usada de forma indevida. Poderemos até nos questionar se este tipo de sistemas não só ao nível ético, mas também se de alguma forma não se apresentam à margem da legalidade. Mas certamente podemos concluir que é um exemplo de uma tecnologia demasiado sensível para ser usada por um stand de automóveis.


Fontes:
http://pplware.sapo.pt/informacao/hacker-inutiliza-mais-de-100-automoveis-remotamente/
http://www.wired.com/threatlevel/2010/03/hacker-bricks-cars/





Img - Hacker inutiliza mais de 100 automóveis remotamente
Comentários: