A confirmação da teoria da relatividade por aglomerados de galáxias

A cada dia que passa os astrônomos conseguem novas provas experimentais da genialidade de Albert Einstein, autor da teoria da relatividade. As observações da astronomia são baseadas na luz emitida por estrelas e galáxias. Segundo a Teoria da Relatividade, a luz é afetada pela gravidade.

Até hoje nunca havia sido possível testar a teoria da relatividade de Einstein em escalas maiores do que o Sistema Solar. Mas esse tempo chegou ao fim, já que astrofísicos dinamarqueses conseguiram medir o quanto a luz emitida por aglomerados de galáxias é afetada pela gravidade.

A descoberta foi feita por Radek Wojtak, Steen Hansen e Hjorth Jens, da Universidade de Copenhangue. Eles analisaram medições de luz em cerca de 8.000 aglomerados de galáxias e comprovaram que a gravidade afeta a luz que sai do aglomerado em direção ao espaço.

Em seguida, eles mediram a massa total do aglomerado de galáxias e, com isso, obtiveram seu potencial gravitacional. Usando a Teoria da Relatividade Geral, eles calcularam o desvio para o vermelho gravitacional, que é a indicação de quanto o universo se expandiu desde que a luz foi emitida até sua detecção na Terra.

Esta pesquisa dá sustentação às teorias de Einstein em escala cosmológica.

Juliana Miranda - Equipe do SitedeCuriosidades.com



O site dos curiosos.

Curiosidades Diversas

Veja também

  • Pesquisa revela que cérebro de pessoas com depressão sofre mudanças
  • Tudo sobre o Google Allo
  • Telescópio espacial Kepler pode ter encontrado megaestrutura alienígena
  • O que há por trás da cortina na base militar secreta, Área 51, nos Estados Unidos?
  • Esperma pode provocar alergia e até morte
  • Qual foi o primeiro eclipse documentado da história?
  • Top 10 filmes que fazem chorar
  • Quais os livros mais vendidos no Brasil em 2012?

Você Sabia?

O beija-flor tem o menor coração do reino animal.