CuriosidadeHistóricasConheça a história dos restos mortais dos amantes de Hasanlu

Conheça a história dos restos mortais dos amantes de Hasanlu

Img Mobile - Conheça a história dos restos mortais dos amantes de Hasanlu

Uma equipe de pesquisadores, liderada por Robert Dyson, encontrou dois esqueletos que foram enterrados praticamente abraçados. Os restos mortais ficaram conhecidos como os amantes de Hasanlu.

A descoberta aconteceu no sítio arqueológico de Teppe Hasanlu, localizado no Vale de Solduz, na Província do Azerbaijão Ocidental, em 1972. Os dois esqueletos humanos, aparentemente abraçados, foram fotografados e ficaram mundialmente conhecidos.

O esqueleto à direita está deitado de costas. Análises odontológicas sugeriram que se tratava de um jovem adulto, entre 19 e 22 anos de idade. Os restos mortais não apresentavam evidência de lesões ao longo da vida.

O esqueleto à esquerda era um pouco mais velho, de uma pessoa entre 30 e 35 anos. A evidência de gênero também se inclina para o sexo masculino.

A descoberta sugere que os dois homens haviam morrido juntos, no período de 800 a.C. Por conta da posição dos esqueletos, os pesquisadores sugeriram que havia um relacionamento homossexual entre os homens.

Os dois foram encontrados muito próximos um do outro e o esqueleto à esquerda parece estar estendendo a mão direita para tocar a face do outro esqueleto. Ambos os esqueletos têm evidências de trauma em seus corpos, que pode ter ocorrido durante ou bem próximo ao momento da morte.

Até meados da década de 1980, os sexos dos dois esqueletos foram objeto de muitos debates. Os pesquisadores têm certeza de que um deles é masculino, já o outro é menos definitivo, mas acredita-se que também seja do sexo masculino.

O material esquelético de Hasanlu está no Museu Penn (Museu de Arqueologia e Antropologia da Universidade da Pensilvânia). As pesquisas indicaram que a saúde de ambos os esqueletos era boa enquanto eles estavam vivos. Não há sinais de doença dentária ou traumatismos sofridos antes da morte.

amantes Hasanlu
O Último beijo, Amantes de Hasanlu. Crédito das Imagens (Fair Use): Wikipedia, Penn Museum

O sítio arqueológico de Hasanlu foi extensivamente escavado entre 1957 e 1977, como parte de uma investigação sobre a arqueologia do Vale Ushnu-Solduz, localizado no noroeste do Irã. A missão de escavação contou com a colaboração do Serviço Arqueológico do Irã.

Confira como foi a expedição (Ative as legendas):


A região do assentamento de Hasanlu foi completamente destruída por volta do ano 800 a.C. Por isso, a identidade de seus habitantes permanece um mistério. Pouco se sabe também sobre a batalha que culminou com a destruição da região.



+ Sobre essa Curiosidade: Esqueleto Arqueologia

O site dos curiosos.

Curiosidades Diversas

Veja também

  • Qual a vantagem em sediar uma copa do mundo?
  • É possível plantar batatas em Marte?
  • Células-tronco de dentes de bebê podem ser usadas para tratar dentes doentes
  • Formiga tem capacidade de (Dar Aula) para companheira
  • Conheça Ai-Da, a primeira artista robô humanoide do mundo
  • Solidão Afeta Ovelhas
  • Como os antigos limpavam suas nádegas após as fezes?
  • Por que respiramos?

Você Sabia?

Com um lápis é possível escrever uma linha reta de 56 km.