Crack destrói 50% mais neurônios que cocaína

O crack tem sido apontado como uma das drogas mais avassaladoras para o cérebro humano, com poder de causar danos irreversíveis ao sistema neurológico. A droga aumenta em 50% a morte dos neurônios, segundo um estudo desenvolvido pela USP - Universidade de São Paulo.

De acordo com o estudo, o aquecimento dos dois componentes que formam o crack, o éster metilecgonidina (Aeme) e a cocaína, também aumenta consideravelmente o risco de dependência química.

O objetivo da pesquisa foi mostrar que o crack destrói 50% mais neurônios do que a cocaína, por exemplo.

A droga, feita de pasta de cocaína, bicarbonato de sódio e água, tem um potencial devastador no usuário e leva à dependência mais rapidamente. Segundo os pesquisadores da USP, o resultado da pesquisa aponta que a morte de neurônios nos usuários de crack leva, no longo prazo, a uma predisposição maior à demência e outros problemas cognitivos.

Na maioria dos casos, esses problemas se tornam mais evidentes com o avanço da idade do usuário, pois há uma acentuação da perda neuronal.



+ Sobre essa Curiosidade: Drogas Cérebro

O site dos curiosos.

Curiosidades Diversas

Veja também

  • Ranking das principais doenças que afetam milhões de pessoas em todo o mundo
  • Museu virtual das obras destruídas
  • Lago Ness
  • Professias de Nostradamus (Em Vídeo)
  • Sinais indiscutíveis de que ele está traindo você
  • Arte com excrementos
  • Polêmicas pesquisas sobre o orgasmo feminino
  • Mitos Japoneses

Você Sabia?

Não é possível espirrar com os olhos abertos.