Tecnologia

Cross-play e eSports: impulso mútuo na indústria de videogames

Entenda o funcionamento dos torneios onde jogadores jogam o mesmo jogo contra outros oponentes em diferentes plataformas. Veja!

A indústria de videogames está em um ponto em que torneios de jogos competitivos ou eSports e a possibilidade de jogar o mesmo jogo contra outros oponentes em diferentes plataformas, o chamado cross-play, estão se impulsionando. Games como Fortnite, Rocket League e Vainglory têm sido pioneiros nesta área, demonstrando seu sucesso por serem capazes de atrair um grande público de gamers interessados em testar suas habilidades na frente de usuários de plataformas diferentes da sua.

O longo caminho para o cross-play na indústria de videogames

Tradicionalmente, as empresas de desenvolvimento de games costumavam criar contratos exclusivos com os fabricantes de consoles para que alguns de seus títulos mais atraentes só pudessem ser reproduzidos em um console específico. Desta forma, empresas como Sony, Microsoft ou Nintendo conseguiram captar mercados de gamers muito específicos, que se tornaram usuários dos respectivos consoles para poder usufruir dos seus games favoritos.

Há alguns anos, a Microsoft e a Nintendo começaram a se abrir para a interação de seus jogos com outras plataformas. A Sony, por outro lado, com seu histórico PlayStation, vem sendo uma das que mais está levando tempo para se abrir à mencionada interação, já que investiu muito dinheiro em acordos de exclusividade para vários games.

PUBLICIDADE

Por sua vez, os jogos para celulares tiveram dificuldades de entrar plenamente no campo da competição com os consoles devido ao baixo desempenho que esses aparelhos tinham até poucos anos. No entanto, atualmente, alguns dos celulares mais baratos têm recursos tecnológicos que permitem aos gamers desfrutar de seus jogos favoritos e, em alguns casos, competir com os gamers de consoles ou PC. Pelo fato de Fortnite ter se tornado tão popular entre os usuários móveis, seu desenvolvedor, a Epic Games, aproveitou a tecnologia Unreal Engine para dar suporte cross-play ao referido jogo, permitindo que gamers de PC, consoles e dispositivos móveis entrem na batalha e capturando o interesse de outros desenvolvedores e fabricantes de console para aumentar seu público.

Finalmente, nos últimos anos houve um notável crescimento da popularidade da realidade virtual, uma nova alternativa para o desenvolvimento de videogames. Desta forma, cada vez mais empresas apostam na criação de experiências imersivas para seus usuários aproveitando esta tecnologia, portanto, também poderíamos encontrá-la como um suporte habitual para games cross-platform nos próximos anos.

jogando em realidade virtual
Crédito da foto: JESHOOTS / unsplash.com

eSports e cross-play: dupla tem grande potencial de crescimento na indústria de videogames

PUBLICIDADE

Os principais campeonatos de eSports se tornaram o centro da atenção de milhares de espectadores ao redor do mundo, que acompanham cada detalhe das partidas para apoiar seus times e jogadores favoritos. A receita para o sucesso desses torneios é que os desenvolvedores de videogames consigam reunir um grande público frente os melhores jogadores de seus títulos em torneios online.

Um exemplo disso é o CS:GO, um dos games mais populares no Brasil e no mundo e que já se tornou um sucesso no setor de eSports. Devido a isso, a mídia especializada vem abrindo espaço para modalidades como essa. Além disso, eventos internacionais de grande porte, como a série DreamHack Masters Winter Asia, que, em 19 de novembro tinha como favorito à vitória o time TYLOO, com 1,75 de possibilidade de vencer, de acordo com odds disponibilizadas pelo site de apostas em cs:go Betway, vêm ganhando cada vez mais atenção. O mesmo pode ocorrer futuramente no campo de games cross-platform, cujos títulos, como os compartilhados pelo site oficial da Red Bull, têm todo o potencial para também atrair grandes públicos, patrocinadores e jogadores do mais alto nível. Esses ingredientes dão a esses jogos a possibilidade de que haja torneios do porte da área de eSports sendo organizados ao seu redor.

DreamHack Counter-Strike campeoes 2019
Crédito da foto: DreamHack Counter-Strike / Facebook.com

As grandes desenvolvedoras de videogames estão cada vez mais abertas para promover a jogabilidade entre diferentes plataformas. Por exemplo, no meio do ano tivemos a notícia de que o popular jogo Battle Royale produzido pela EA, Apex Legends, teria a possibilidade de ser jogado cross-play entre PC, Xbox One, PS4 e Switch, somando-se a Fortnite nas opções deste popular gênero de games que podem ser jogados em várias plataformas. Finalmente, em outubro, a plataforma Ubisoft Connect, a empresa responsável por títulos como o popular shooter Rainbow Six, anunciou que também está trabalhando para permitir a progressão cross-play para seus jogos no futuro.

Os desenvolvimentos tecnológicos continuam a avançar diariamente na indústria de videogames, e os jogos cross-play e os eSports já estão começando a apoiar uns aos outros em direção a um lugar de liderança neste contexto. A cada dia, mais desenvolvedores percebem esse potencial de crescimento, fazendo com que, no fim, os principais vencedores sejam os gamers de todo o mundo.

Crédito da Foto de Capa – Florian Olivo / Unsplash.com

Sobre o Autor