Cotidiano

É mesmo possível morrer na areia movediça?

Hand sinking in quicksand, trying to get out, tips to survive in desert, buried

É certo que você já deve ter assistido algum filme, desenho animado ou série/novela que tenha usado a areia movediça como um recurso no roteiro. Essas produções geralmente mostram a areia movediça como uma sentença de morte, em que um movimento em falso pode te condenar a morte. É claro que essa imagem acabou perpetuada por tantas produções audiovisuais. No entanto, você já parou para se perguntar se essa ilustração é realmente fiel a realidade?

Segundo um artigo publicado na Interesting Engineering, não é bem assim que as coisas funcionam. A areia movediça é um exemplo do que chamamos de coloide. Coloides são misturas que, num primeiro olhar, parecem homogêneas; no entanto, uma análise mais cuidadosa revela que se tratam de misturas de heterogêneas. O artigo descreve a areia movediça como “massa profunda de areia misturada com água em que objetos pesados se afundam rapidamente”.

A areia movediça afunda por um processo muito estudado pela ciência. Quando a areia saturada é movimentada de forma rápida, a água presente passa a ceder. Imagine um copo cheio de pasta de dente, por exemplo: se você colocar algo leve, a pasta de dente será resistente “dura” o suficiente para suportar; no entanto, com o peso certo, a pasta passa a ceder e o objeto a afundar. O mesmo acontece na areia movediça, sob a mesma lógica.

Quando você pisa em areia movediça, o que acontece é a areia ceder porque a água, que parece estar firme, começa a ceder. O peso do seu corpo se confirma suficiente para desestabilizar toda aquela estrutura. Nos filmes, uma coisa é realmente verdade: para melhorar suas chances de sobrevivência, é importante manter a calma e evitar os movimentos corporais. Quanto mais calmo você for capaz de permanecer, menos movimentos vai fazer e, consequentemente, menos vai afundar. Isso acontece porque, quando você consegue se manter calmo e controla os movimentos do corpo, a areia e a água conseguem reestabilizar, recuperando seu equilíbrio.

PUBLICIDADE

É certo que a areia movediça pode ser muito perigosa e realmente oferecer risco de vida. No entanto, não é táo simples quanto parece. Na realidade, existe um princípio muito básico que todos conhecemos: o princípio de flutuabilidade, presente nas famosas leis da física. Isso significa, basicamente, o seguinte: a areia movediça, formada por areia e água, é mais densa que o corpo humano. Por ser menos denso que a areia, o corpo humano enfrenta muita resistência. Sendo assim, é muito difícil que o corpo realmente afunde na areia.

Esclarecendo: é possível morrer em areia movediça, é importante levar a sério. No entanto, não é exatamente como os filmes mostram. Mesmo que você entre em pânico e se debata, a probabilidade maior é de que seu corpo afunde apenas até a cintura. Depois disso, mantendo a calma e analisando bem o seu redor, é possível que você seja capaz de sair da areia. Uma boa dica é se livrar de objetos pesados, como mochilas e qualquer outro item desse tipo. Mantendo a calma, é provável que tudo termine bem.

Sobre o Autor

Roberta M.

Gosto de escrever sobre diversos assuntos, principalmente curiosidades e tecnologia. Contato: [email protected]