CuriosidadeCiênciasExcesso de sono faz mal?

Excesso de sono faz mal?

Img Mobile - Excesso de sono faz mal?

O excesso de sono pode fazer mal ao passo que ele pode representar um distúrbio ou um problema psicológico. Um dos problemas mais relatos aos médicos nos últimos anos é a síndrome do sono insuficiente de origem comportamental, que atinge 5% da população.

Esse problema é caracterizado por sonolência excessiva durante o dia. As causas têm relação com a rotina da sociedade moderna, repleta de compromissos e estresse.

Esse problema deve ser tratado com a ajuda de um médico, pois pode resultar na perda da produtividade e até mesmo risco de vida para as pessoas que dirigem diariamente ou operam máquinas. 

Uma outra situação prejudicial que o excesso de sono pode causar é aquela sensação de cansaço, mesmo quando você sabe que dormiu bem e bastante. Isso acontece justamente porque seu corpo descansou demais e continua com raciocínio lento e dificuldade de concentração.

Assim, dormir em excesso faz mal para a saúde. Inclusive, uma pesquisa de 2009 da Universidade de Laval, no Canadá, observou que quem dorme nove ou mais horas por noite tem 48% mais riscos de desenvolver diabetes.

Outro estudo, agora do Hospital-Geral de Vancouver, mostrou que as pessoas que dormiam entre nove e 11 horas eram 38% mais propensas a ter problemas de coração.

A sonolência excessiva pode funcionar, então, como uma febre, que mostra que algo não vai bem no organismo.



+ Sobre essa Curiosidade: Sono Dormir

O site dos curiosos.

Veja também

  • O curioso poço dos templários
  • Você Sabia - Did you know - Nosso mundo em 2009
  • Estudo indica os principais mitos das dietas
  • Qual a origem da palavra trabalho?
  • Pesquisadores da NASA trabalham em sistema de propulsão a laser para chegar a Marte em 3 dias
  • A Antimatéria pesa mais que a matéria?
  • Inchaços corporais podem indicar a presença de vermes
  • Efeito da morte celular em nossas mãos e pés

Você Sabia?

O chocolate ao leite foi inventado por Daniel Peter e vendido ao seu vizinho, Henri Nestlé.