Cotidiano

Curiosidades sobre as Lojas Americanas

A Lojas Americanas foi fundada no ano de 1929, pelos americanos Batson Borger, James Marshall, John Lee e Glen Matson.

Quando chegaram ao Rio de Janeiro perceberam que não tinha uma loja relativamente barata com produtos de diversos nichos.

Decidiram então a cidade de Niterói para inauguração da primeira Lojas Americanas, com preços acessíveis e mercadorias variadas.

Fachada – Lojas Americanas – Crédito da foto: Levante ideias

Gostaria de saber mais sobre essa empresa gigantesca? Então não deixe de ler o texto abaixo com bastante atenção.

Lojas americanas: do Rio de Janeiro para o Brasil inteiro

A expansão foi colossal e em 1940 eles abriram seu capital. Em 1994 fizeram uma “join venture” com o nome de Walmart Brasil. No ano de 1997 a empresa foi vendida pro Walmart Inc.

Dentre divisões, aquisições, separações em 1999 a Lojas Americanas iniciaram suas vendas pela Internet.

No início dos anos 2000 teve uma aceleração de expansão na rede de lojas, fortalecendo a presença da marca em regiões sul e sudeste do país.

Consequência dessa expansão foi inaugurada as primeiras Lojas Americanas Express, que levava o conceito de lojas mais compactas com menos produtos.
Em 2004 e 2005 continuaram com um crescimento exponencial, tanto nas lojas físicas como na loja virtual. Foi feita uma join venture com o Banco Itaú (Financeira Americanas Itaú).

Finalmente em 2006 criaram uma nova empresa, a tão conhecida do mercado B2W, uma empresa que advém da fusão Americanas.com e também dos famosos Submarino e Shoptime.

Depois da aquisição do grupo Blockbuster em 2007, a Lojas Americanas já detinha mais de 130 lojas físicas pelo país.

Com um mercado aquecido e as vendas a todo vapor em 2016 a B2W inaugurou seu primeiro site de vendas corporativas.

Facilitando a negociação de produtos, com preços exclusivos para quem possui CNPJ.

Em 2019, a Americanas Empresas entrou no ar, inovando para atender melhor o público corporativo, tendo uma das maiores operações de marketplace do país.

A plataforma B2W foi aperfeiçoada durante os anos. Hoje eles oferecem também, serviços de tecnologia, logística, distribuição, atendimento ao cliente e financiamento ao consumidor.

Em 2019 a empresa fechou com um recorde de 230 lojas no país e um crescimento de 9,2% na receita líquida, para R$ 6,46 bilhões, entre outubro e dezembro.

Infelizmente, as ações da B2W na bolsa de valores não estão muito rentáveis. Esse cenário já tem um tempo, por conta de alguns fatores.

Um deles se deve a concorrência de outros grandes marketplaces, como Amazon, Magazine Luiza e Mercado Livre.

Uma estratégia que talvez melhore as ações da B2W é a plataforma Ame Digital, que oferece cashback para os clientes do e-commerce.

Vamos acompanhar qual será o futuro dessas gigantes do mercado. Mas uma coisa é certa a Lojas Americanas é pioneira, inovadora e sempre firmou parcerias importantes pra sua sobrevivência nessa guerra de marketplaces.

Você pode gostar também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em:Cotidiano