Históricas

Oficial! Nasa confirma coleta de rocha marciana

Depois de uma tentativa frustrada, o rover Perseverance finalmente conseguiu coletar uma amostra do solo de Marte. A informação foi confirmada pela Agência Espacial dos Estados Unidos, que agora aguarda a volta do rover para o planeta Terra, a fim de finalmente analisar a composição rochosa.

A notícia foi confirmada pelas redes sociais da NASA, com uma mensagem curta mas excitante: “Conseguimos!”. Para se ter ideia do quão incrível o feito é, basta ter dimensão do tamanho da amostra. Pense em um lápis normal, pense que a amostra é equivalente a um tubo de ensaio um pouco mais espesso que um lápis. Isso mesmo!

Mesmo com a amostra aparentemente muito pequena, já é suficiente para estudos incessantes. Com as tecnologias atuais, o pouco material já resulta em muitas possibilidades de pesquisa. Com isso, a novidade tem sido intensamente comemorada pela comunidade científica. Trata-se de um dos maiores feitos humanos em relação a Marte.

O Perseverance possui câmeras e uma broca interna, justamente responsável por perfurar a rocha na meta de coletar a amostra. A coleta foi confirmada pela câmera interna do rover, que mostrou com clareza aos cientistas da NASA que a amostra do solo foi bem-sucedida.

PUBLICIDADE

A NASA espera ser capaz de responder algumas perguntas com essa coleta, como por exemplo a presença de vida em Marte. O Perseverance percorreu por uma longa extensão do solo marciano e fez várias sequências de imagens. Somado a isso, a NASA deve investigar se existem sinais de vida no solo.

Antes que você crie teorias, é bom deixar claro que a Agência não esta em busca de alienígenas como vemos nos filmes. Na verdade, a busca é por vida microbiana no solo, ainda que antiga. Se a estrutura for semelhante ao que vemos na terra, os cientistas serão capazes de grandes descobertas.

MISSÃO É AMBICIOSA

A missão travada pela NASA é ambiciosa. Essa é apenas a primeira coleta de uma série de 30 que a Agência pretende fazer até 2030. O estudo sobre o solo e o meio-ambiente marciano fazem parte de um interesse crescente, e Global, em condições de vida em outros planetas.

PUBLICIDADE

Esse interesse, embora gere muito entusiasmo, também é alvo de grandes críticas. Afinal de contas, por que continuar buscando vida em outros planetas e não investir em recuperar o planeta onde a vida já esta estabelecida? Essa simetria, no entanto, não é tão verdadeira quanto parece.

Acontece que uma coisa não inibi diretamente a outra. Além disso, a ideia de que o ser humano já esta planejando sua fuga do planeta Terra é um pouco surreal – embora talvez possa ser até imaginável no futuro. O planeta favorável a vida humana é um só: a Terra. Descobrir mais sobre Marte não é algo ruim, mas um avanço científico. Não é algo que deva ser imediatamente visto com maus olhos, pelo contrário. A ideia de descobrir mais sobre Marte é algo que vem sendo ambicionado pelo homem há séculos e finalmente esta sendo alcançado.  O quanto essa pequena amostra pode revelar sobre Marte?

Sobre o Autor

Roberta M.

Gosto de escrever sobre diversos assuntos, principalmente curiosidades e tecnologia. Contato: [email protected]