Para que servem os pelos pubianos?

Durante a puberdade, homens e mulheres começam a desenvolver os pelo pubianos, que são pelos grossos que crescem acima e em volta dos órgãos sexuais. Apesar de muitas mulheres, e até homens, optarem pela depilação dos pelos pubianos, médicos garantem que a manutenção desses pelos é importante para a proteção da saúde. Isso porque a principal função dos pelos pubianos é, exatamente, a de proteger os órgãos sexuais contra microorganismos que podem causar infecções. Nas mulheres, esses pelos também servem para proteger a área sensível da vagina.

Os pelos pubianos são considerados tão importantes que, fora do país, a depilação íntima cavada foi proibida. Essa proibição vale, por exemplo, para o estado de Nova Jersey, nos Estados Unidos.

Segundo especialistas, a depilação dos pelos pubianos é nociva à saúde das mulheres. Os médicos são contra a retirada total desses pelos, mas ainda não chegaram a um consenso sobre quanto desse pelo deve ser aparado, cortado ou depilado.

Para alguns médicos ginecologistas, a depilação dos pelos pubianos causa equilíbrio local entre a flora vaginal e os microorganismos que nela vivem. De qualquer forma, é importante que homens e mulheres estejam atentos as condições de higiene da área dos órgãos sexuais, pois qualquer alteração da imunidade da região genital pode resultar em problemas de saúde.



+ Sobre essa Curiosidade: Puberdade Reprodução Humana Saúde

O site dos curiosos.

Curiosidades Diversas

Veja também

  • Video Game chamado Visor transforma jogos em realidade virtual
  • Conheça a surpreendente estratégia das libélulas para evitar o assédio sexual dos machos
  • Qual é a origem da Amizade?
  • Por que planeta Terra, se aqui tem mais água do que terra?
  • Por que é obrigatório andar de cinto de segurança nos carros e nos ônibus e vans públicas não?
  • Os dias e as noites
  • Existe algum ser biológico desprovido de água?
  • Quais os piores acidentes envolvendo barragens na história do Brasil e do Mundo?

Você Sabia?

É impossível lamber seu próprio cotovelo.