CuriosidadeAnimaisQual a maior estrutura viva da Terra?

Qual a maior estrutura viva da Terra?

Img Mobile - Qual a maior estrutura viva da Terra?

A maior estrutura viva da Terra é a Grande Barreira de Corais da Austrália. A imagem dessa barreira foi captada pelo satélite do Envisat, que mostra parte da Grande Barreira de Corais localizada na costa Queensland da Austrália.

A barreira de corais está numa área marinha muito protegida. A região é uma das mais bonitas do mundo.

Os Recifes de coral dessa região da Austrália contam com uma grande quantidade de corais individuais, tipo de animal invertebrado. A Grande Barreira de Corais é um sistema perfeito, que interliga cerca de 3000 recifes e 900 ilhas de corais.

A região é dividida por passagens estreitas abaixo da superfície do Mar de Corais. A barreira tem aproximadamente 2000 km e cobre uma área de 35.0000 quilômetros quadrados.

Essa é, sem dúvida, a maior estrutura viva da Terra. Ela também se destaca por ser a única estrutura viva que pode ser vista do espaço.

Os corais dessa região da Austrália vivem numa condição ideal para sua proliferação. A barreira começou a se formar na última Era Glacial da Terra, quando a água do gelo derreteu e inundou a borda da plataforma continental.

A Grande Barreira de Corais da Austrália é o habitat natural de muitas espécies de animais marinhos, como tubarões e tartarugas. A área também conta com aproximadamente 1500 espécies de peixes tropicais.



+ Sobre essa Curiosidade: Oceano
Comentários:

Curiosidades Relevantes

O site dos curiosos.

Curiosidades Diversas

Veja também

  • Curiosidades sobre o México
  • Você sabia que uma em cada dez pessoas no mundo vive em ilhas?
  • Malware criado por empresa chinesa infectou 10 milhões de dispositivos Android
  • Pesquisadores estudam meio para que humanos recebam órgãos de porcos
  • Top 10 melhores viaturas policiais do mundo
  • Núcleo atômico em formato de pêra e a antimatéria
  • Propulsão a jato
  • Conheça Asgardia, a primeira nação espacial

Você Sabia?

É impossível lamber seu próprio cotovelo.