Qual é o sotaque inglês mais fácil de entender?

Qual é o sotaque inglês mais fácil de entender?
Por Robson Santos

Você já se perguntou qual é o sotaque inglês mais fácil de entender? Assim como acontece tanto nas diferentes regiões do Brasil, como em outros países que falam português, a forma como as palavras são pronunciadas pode variar muito no caso da língua inglesa.

Essa dúvida é muito comum para pessoas que estão começando ou têm vontade de fazer um curso de inglês.

Para descobrirmos qual é o sotaque mais fácil de entender, precisamos, antes de mais nada, analisar as variações da linguagem em diferentes regiões. Então, que tal aprender um pouco mais sobre o assunto?

Por que existem diferentes sotaques?

Se você já ouviu alguém de Portugal falando o nosso idioma, você já percebeu que a pronúncia das palavras e até mesmo a construção das sentenças é diferente. O mesmo acontece se você comparar o sotaque de alguém que mora no Sudeste do Brasil e outra pessoa que mora no Nordeste.

A variação dos sotaques acontece tanto por questões culturais, quanto pelo histórico de colonização de cada região.

No interior do estado de São Paulo, por exemplo, sofreram a influência da colonização americana. Enquanto isso, a linguagem “puxada” do Rio de Janeiro deriva do sotaque dos portugueses.

O mesmo acontece com o inglês. Então, vamos conferir alguns sotaques para descobrirmos qual é o sotaque inglês mais fácil de entender.

bandeiras eua e inglaterra

As diferenças de sotaques do idioma inglês

Geralmente, pensamos em três diferentes sotaques do idioma: o americano, o britânico e o australiano.
Nos Estados Unidos, por exemplo, os sons são mais abertos, com a letra “r” sendo mais arrastada e as letras “t” que podem soar como “r”. É o caso, por exemplo, da palavra better, pronunciada como “berrer”, ou greater, pronunciada como “greirer”. Por ser uma linguagem muito comum ao redor do mundo, ele costuma ser mais fácil de ser compreendido.

Afinal, grande parte dos filmes e músicas com os quais estamos acostumados são produzidos nos Estados Unidos. Dessa forma, o sotaque americano se tornou o mais comum. Porém, vale lembrar que, mesmo dentro do próprio país, ainda existem muitas diferenças de sotaques.

Já o sotaque australiano costuma ser classificado como “caipira”. As palavras soam descontraídas, mas com “r” bastante puxados e sons mais fechados. Para quem está acostumado com o sotaque americano, este pode ser mais difícil de compreender.

Temos ainda o sotaque britânico. Para que você tenha uma ideia de como ele se diferencia do americano, vamos usar o mesmo exemplo da letra “t”: nesse caso, ela é pronunciada assim como no português, mas de uma forma mais “grossa”.

Além disso, as palavras que terminam com “er” geralmente têm o som de “a”. Logo, a palavra better, com sotaque britânico, ficaria próxima do “bétá”.

Como mencionamos acima, os sotaques americanos e britânicos são os mais comuns de ver na indústria do entretenimento, logo não poderiam ficar de fora da lista de sotaque inglês mais fácil de entender.
Um ótimo exemplo para identificar o dialeto britânico é assistindo à franquia de Harry Potter ou ouvindo as canções dos Beatles.

Em seguida, veja alguma série popular, como Friends, e ouça as canções de artistas americanos, como a Lady Gaga. Dessa forma, será mais fácil identificar as nuances.

Afinal, qual é o sotaque inglês mais fácil de entender?

Segundo o senso comum, a resposta para essa pergunta seria o americano. Porém, isso é apenas porque o inglês estadunidense é o que mais se popularizou ao redor do mundo.

Afinal, no caso do sotaque britânico, as palavras são pronunciadas de uma forma mais próxima da sua grafia.

Logo, você só vai realmente identificar o sotaque que você tem mais facilidade quando começar a aprender.

Então, não deixe de voltar aqui e comentar qual é o mais fácil para você, ok? Aproveite também para compartilhar o artigo nas redes sociais.