CuriosidadeMundo BizarroAs mulheres mais poderosas do mundo - 2008

As mulheres mais poderosas do mundo - 2008

Img Mobile - As mulheres mais poderosas do mundo - 2008

Em agosto de 2008 a Revista Forbes publicou a lista das 100 mulheres mais importantes ou poderosas do mundo.

Para elaborar a lista, foram pesquisadas as mulheres que têm destaque em três setores: como executivas principais de empresas, como governantes eleitas nos diferentes países, e como líderes em organizações sem fins lucrativos. Elas não precisam especificamente ser ricas, mas devem ter uma grande influência no campo em que atuam.

As dez primeiras, pela ordem de importância, foram:
1 A chanceler da Alemanha, Angela Merkel.
2 A chairman do Federal Deposit Insurance Corporation (EUA), Sheila C. Bair.
3 A chief executive da PepsiCo, Indra K. Nooyi.
4 A chief executive da WellPoint (EUA), Angela Braly.
5 A chief executive da Anglo American, do Reino Unido, Cynthia Carroll.
6 A chief executive da Kraft Foods (EUA), Irene Rosenfeld.
7 A Secretária de Estado dos EUA, Condoleezza Rice.
8 A chief executive da Temasek, de Cingapura, Ho Ching, que é também a esposa do primeiro-ministro.
9 A chief executive da Areva, da França, Anne Lauvergeon.
10 A chief executive da Xerox (EUA), Anne M. Mulcahy.


Da América do Sul, apareceram nessa lista somente a presidente da Argentina, Cristina F. Kirchner (13ª) e a presidente do Chile Michelle Bachelet (25º), dentre as cem mulheres mais poderosas do mundo.



+ Sobre essa Curiosidade: Poder Mulher Executivas Politica

O site dos curiosos.

Curiosidades Diversas

Veja também

  • Usar a poeira de asteróides para combater o aquecimento global pode ser a solução
  • 6 Mitos Sobre o Tamanho do Pênis
  • A origem de bater na madeira para afastar maus pensamentos
  • O Papiro de Ahmes ( ou Rhind) e o Papiro de Moscou
  • BiPAP: O que é e por que pode salvar sua vida?
  • É possível plantar batatas em Marte?
  • Falar com
  • A origem do medo de falar em público

Você Sabia?

Com um lápis é possível escrever uma linha reta de 56 km.