Avião da Porter Airlines faz procedimento para desviar de objeto não identificado

Avião da Porter Airlines faz procedimento para desviar de objeto não identificado
Por Juliana Miranda

Uma aeronave da Porter Airlines precisou adotar um procedimento de ação evasiva para evitar a colisão com um objeto voador não identificado durante um voo na cidade de Toronto, no Canadá. O incidente aconteceu na região do Lago Ontário. Segundo os pilotos, o objeto não identificado poderia ser um balão ou um drone.

Duas pessoas sofreram lesões sem gravidade. De acordo com relatos, em um primeiro momento as pessoas chegaram a cogitar que a aeronave estivesse tentando desviar de um OVNI que estaria sobrevoando os céus na área do Lago Ontário.

O avião da Porter Airlines carregava 54 passageiros. Ele encontrou o objeto não identificado a uma altura de aproximadamente 9.000 pés. Depois do ocorrido, o avião conseguiu pousar no Billy Bishop Toronto City Airport.

Segundo as testemunhas, os pilotos notaram um objeto e perceberam que ele estava muito perto de sua rota de voo. O comunicado oficial da Porter Airlines diz que, no início, os pilotos acharam que era um balão. No entanto, após o pouso, eles disseram que o objeto poderia ter sido um drone.

O investigador regional do Comitê de Segurança de Transporte do Canadá, Peter Rowntree, disse que ninguém sabe exatamente o que aconteceu porque a ação foi muito rápida. Ele afirmou ainda que o objeto definitivamente não era um pássaro. Era um objeto bastante grande.

Dois agentes de voo foram levados para um hospital da área para tratarem de algumas lesões. O governo canadense está trabalhando para implementar novas regras para regular o crescente número de drones no espaço aéreo do país, e, possivelmente, ajudar a prevenir incidentes como este.

Nos últimos anos, houve uma série de ocorrências de aproximação de aviões e drones em todo o mundo, especialmente perto de aeroportos. A Fortune informou em março que a FAA apresentou relatórios que indicavam cerca de 583 encontros perigosos de veículos não tripulados e aeronaves entre os dias 22 de agosto de 2015 e 31 de janeiro de 2016.


Fonte: Huffington Post. - Crédito Foto: Flyporter. Avião Similar ao Acontecimento.