Ciências

Cérebro feminino passa por mudanças incríveis na maternidade

A gravidez é um período de grandes mudanças físicas e emocionais para as mulheres. As gestantes passam por alterações hormonais dramáticas, que levam a mudanças incríveis no cérebro das futuras mamães.

Um estudo realizado pela instituição Trusted Source e publicado na revista Nature Neurosciens esclareceu algumas mudanças substanciais que ocorrem no cérebro da mulher durante a gravidez. A primeira mudança visível é que o cérebro fica menor e se torna mais eficiente.

Essas mudanças, de acordo com o estudo, preparam a futura mãe para o importante trabalho de parto. Os pesquisadores de universidades da Espanha e da Holanda foram os primeiros a usar imagens de computador, mais especificamente de ressonância magnética, para medir como a estrutura do cérebro feminino muda por causa da gravidez.

Embora os cientistas saibam há algum tempo que a gestação realmente afeta o cérebro, eles nunca tiveram uma compreensão tão clara do que acontece com as mulheres. Agora, o estudo conseguiu pontuar algumas das mudanças.

De acordo com a pesquisa, a gravidez promove uma redução na substância cinzenta do cérebro, que é a parte cerebral que executa tarefas. A maior perda de massa cinzenta ocorre nas regiões frontal e temporal, responsáveis ??por uma variedade de tarefas, incluindo a cognição social, ou seja, a capacidade de interagir com outras pessoas.

Essas áreas são aquelas que ajudam a entender sentimentos, crenças e sinais não verbais de outras pessoas. Elas também ajudam a estabelecer conexões interpessoais.

De acordo com os pesquisadores, a perda da massa cinzenta durante a gestação não causa problemas para a mulher. Pelo contrário! Essa mudança ajuda a mãe a ter mais apego com o bebê e evita emoções negativas após o parto. Além disso, quando as áreas do cérebro encolhem, elas se tornam mais poderosas, com um processamento cerebral aprimorado, fazendo com que as mulheres fiquem mais atentas às ameaças para proteger os bebês e permitindo uma melhor interpretação das necessidades de seus filhos.

O estudo encontrou mudanças quase idênticas no cérebro de mulheres que conceberam naturalmente e aquelas que usaram tratamentos de fertilização in vitro. Um ponto importante da pesquisa é que os pesquisadores não constataram alteração na capacidade cognitiva das mães após a gravidez.

No entanto, a remodelação cerebral parece ter poder de permanência após o nascimento dos bebês, representando um ajuste fino das sinapses e redes neurais mais eficientes.

Fonte: Healthline
Cérebro feminino passa por mudanças incríveis na maternidade

Você pode gostar também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em:Ciências