Animais

Chester é diferente de Peru?

SIM, o Chester é diferente do Peru. O “Chester” é um “frango grande” (espécie: Gallus gallus domesticus), e o Peru, é um Peru (espécie: Meleagris gallopavo), uma outra espécie de ave rs..

Vale ressaltar que o Chester® é uma marca registrada da Perdigão e que está na mesa dos Brasileiros desde 1982.

Muitas pessoas confundem o Chester com o Peru. Ambas as carnes são muito saborosas, estando presente no prato dos brasileiros, especialmente na época do Natal.

Basicamente, a confusão gerada é por conta do fato de as duas carnes serem originárias de aves.

Abaixo, iremos explicar algumas das características mais divergentes desses alimentos, demonstrando que as diferenças são notórias.

 

Principais diferenças entre Chester e Peru

O Chester® é uma marca da perdigão, e ele é um FRANGO, ou melhor dizendo, um “super” frango, que foi obtido através de cruzamento e melhoramento genético, e que segundo a empresa, não há o uso de anabolizantes ou hormônios, sendo ele totalmente natural.

Características do Chester®
Possui grande concentração de carne nos peitos e nas coxas, proximadamente 70% da carne desse animal, concentra-se nesses lugares.

Foto de um Chester
Chester vivo – Crédito da foto: Divulgação/BRF

Além disso, o Chester têm um peso maior, quando comparado ao frango tradicional. Um “Chester” adulto, pesa cerca de 4kg. Em contrapartida, um frango convencional atinge no máximo 2,5 kg. Uma observação pertinente, é que mais ou menos 23% da massa do Chester, é proveniente de sua região peitoral, seu nome não é atoa, “Chest” em inglês significa “peito”.

Ilustracao - Comparacao frango e chester
Ilustrando a comparação entre o frango e um Chester®

Leia também: Estudo avalia a eficiência e produtividade da criação comercial de frangos

Características do Peru
Peru de granja
Perus vivos, granja – Crédito da foto: Divulgação/BRF

Já o Peru, detém um carne mais marcante, sendo sua carne mais rígida que a do Chester, já que trata-se de uma ave grande. O peru pesa praticamente a mesma coisa, ficando entre 4 kg a 5 kg.

 

Como temperar e assar o Peru e o Chester?

Peru assado

Uma dica essencial a ser seguida, é a marinada, que irá trazer um sabor diferenciado ao alimento. Por ter uma tamanho superior quando comparado com o Chester, o Peru irá precisar de um tempo a mais marinando, visando a maior obtenção possível de aromas e sabores. Já o Chester, por ser uma ave menor, consequentemente ficará menos tempo mergulhado na marinada.

 

O tempo de cocção também é diferente.

A carne do Peru é mais dura, tendo que passar por um processo de cocção mais demorado, até atingir um nível de maciez adequado.

O Chester consegue atingir a textura e cozimento ideal em um tempo inferior, além de não ser necessário temperaturas tão elevadas.

Para controlar a cocção, deixe o forno em fogo baixo, para que possa cozer por inteiro e lentamente.

Chester no mercado

De qual forma consigo deixar ambas as carnes mais saborosas?

Por serem carnes um pouco secas, o recheio deve conter alimentos mais gordurosos, para complementar o sabor.

Para aqueles que investem em uma alimentação mais saudável, deixar as aves marinando, e depois pincelar azeite com alecrim por toda sua extensão, é o ideal.

Inserir pedaços de maçã ou uva passa, deixam o alimento agridoce, podendo agradar muitas pessoas a partir desse diferencial.

Mas, para aqueles indivíduos que não se preocupam tanto com a bomba calórica dentro do alimento, uma farofa com bacon, calabresa e azeite irá deixar um tempero maravilhoso.

Mas, de nada adianta se o cozinheiro/a não regar o assado constantemente, para evitar que fique seco.

Caso esteja de dieta, no momento da ingestão, escolha carnes mais secas, como o peito. A parte mais saborosa é a coxa e sobrecoxa.

Para besuntar durante a cocção, uma mistura de vinho seco e ervas é uma ótima alternativa.

Siga todas as dicas dadas acima, e surpreenda-se com a otimização do sabor dos alimentos. Sua refeição composta por esses ingredientes, nunca foi tão gostosa.

Assista ao preparo do Peru:

Assista ao preparo do Chester:

Veja também: Curiosidades sobre a Reprodução das Aves

Você pode gostar também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em:Animais