Mundo Bizarro

Cidades Brasileiras em Tupi-Guarani

Cidades com Nomes em Tupi-Guarani:
Araxá – A vista do mundo, o panorama;

Araruama – o comedouro, o bebedouro das araras;

Arujá – rio abundante em guarús.

Baurú – o cesto de frutas;

Birigui – mosca, diminutivo: mosquitinho;

Boituva – lugar onde há muitas cobras. Aliás uma cidade com condições muito favoráveis à prática do balonismo;

Caçapava – clareira, passagem, picada na mata;

Cajuru – boca, entrada: a boca, a entrada do sertão;

Capivary – o rio das capivaras;

Caraguatatuba – lugar de muitos caraguatás (planta de uso medicinal).

Cataguases – cataguá – de caá, mato, ávore; tã, duro; guá, vale. Nome de uma tribo de Minas Gerais, dando o plural cataguás, cataguases;

Catanduva – de caá, mato; tã, duro, áspero; lugar onde existe tal mato áspero, ralo;

Jacareí – o rio dos jacarés;

Jaú – De ya-ú, o comedor, o comilão, nome de um peixe fluvial.

Garapuava – Correto Igarapuaba, de igara, canoa; pu, estrondo, barulho; aba, lugar onde: lugar onde as canoas faziam barulho.

Garapava – De igara, canoa; paba, porto, estância, lugar onde as canoas estacionavam

Guararema – madeira fétida, o pau d’alho;

Guaratinguetá – muitas garças brancas;

Guarulhos – (Guarulhu) – tribo selvagem dos arredores da capital paulista, onde hoje está a cidade de Guarulhos;

Indayatuba – lugar onde há muitas palmeiras indayá;

Itaboraí – de itabora-y, o rio que abunda em cascalhos, em pedregulhos, em seixos;

Itacuruçá – De itá-curuçá : a cruz de pedra, podendo ser também a cruz de ferro porque o indígena designava por itá o ferro para o qual não tinha palavra própria por desconhecer o metal;

Itajaí – o rio pedregoso, cheio de pedras;

Itatiaia – a pedra de pontas, a montanha de pedras aguçadas, eriçadas como pontas;

Itu – salto, cascata cachoeira;

Jaú – de ya-ú, o comedor, o comilão, nome de um peixe fluvial;

Jiquiá – o covo aberto, de boca larga. O mesmo que juquiá;

Jundiaí – o rio dos jundiás, o rio dos bagres;

Mauá – de ma-uã, a coisa elevada, alta, nome da elevação do terreno entre os baixos alagados que o rodeiam;

Paraty – baía, porto tranquilo, mar tranquilo, água tranquila;

Pindamonhangaba – lugar onde se fazem anzóis;

Ubá – cana, caniço, flecha feita de caniço;

Ubatuba – T. Sampaio apresenta três possibilidades de significado: de ybá-tyba, o pomar, o sítio dos frutos; de uibá-tyba, o canavial das flechas; de ybá-tyba, o porto das canoas;

Uberaba – de Y-beraba, água brilhante, reverberante.

Fonte:
Vocabulário Tupi-Guarani Português, Prof. Dr. Francisco da Silveira Bueno, Prof. emérito da Universidade de São Paulo, em 1982.

Dicur
Cidades Brasileiras em Tupi-Guarani

Você pode gostar também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *