O que são Compostos Orgânicos?

Compostos orgânicos são compostos que em sua maioria, são originados de seres vivos, porém a designação de compostos orgânicos está em desuso, já que hoje também é possível criar essas substâncias de forma sintética. Um dos primeiros químicos a conseguirem sintetizar um composto orgânico foi o Friedrich Wöhler, ele conseguiu criar ureia através de cianeto de amônio, feito esse documentado em 1828.

A origem da expressão "compostos orgânicos" remete ao término do século 18, quando cientístas começaram a estudar e isolar essas substâncias produzidos por organismos vivos. Em um curto espaço de tempo, eles notaram que essas substâncias tinham traços diferentes dos compostos provenientes dos minerais. Ainda na mesma época, o cientísta Carl Wilhelm Scheele conseguiu isolar compostos conhecidos como o ácido cítrico do limão, ácido tartárico da uva, ureia da urina, ácido lático do leite.

O cientísta sueco Torbern Bergman, em 1770, foi o responsável pela definição de que compostos orgânicos só eram obtidos através dos seres vivos, e compostos inorgânicos eram obtidos de matéria não viva. Antonie Laurent Lavoisier, um dos grandes nomes da química, na mesma época em seus estudos percebeu uma singularidade, todos os compostos orgânicos continham o elemento carbono (c) em sua composição.

No começo do século 19, o químico sueco Jöns Jakob Berzelius veio com a "teoria da força vital". Essa antiga teoria sugeria que compostos orgânicos só poderiam serem produzidas por seres vivos, e que esses compostos eram impossíveis de serem sintetizados artificialmente. Teoria comprovadamente equivocada anos depois.

Após o feito do químico Friedrich Wöhler que conseguiu sintetizar a ureia, os químicos começaram a acreditar que todos os compostos químicos poderiam ser criados artificialmente.

Vale frizar também que existem alguns compostos inorgânicos como o grafite, carbonatos, diamante, entre outros, que possuem em sua composição o elemento carbono.

E conforme vimos anteriormente, a definição correta para compostos orgânicos são a de substâncias formadas por carbono com propriedades características, e não a de compostos produzidos por organismos vivos, já que é possível produzir tais substâncias em laboratório.

Outras particularidades dos compostos orgânicos são as de que em sua maioria, na sua composição, existem elementos como o hidrogênio (H), nitrogênio (N), oxigênio (O), halogênios (Cl, Br e I) e enxofre (S). A nomenclatura usada nessas estruturas das moléculas orgânicas é "cadeias carbônicas", base dos compostos orgânicos.

A forma como ocorre as ligações atômicas das cadeias carbônicas originam uma gama praticamente infinita de compostos orgânicos, agrupados pelas suas classes funcionais (conjunto de substância de propriedade química similar). Também podemos dividir os compostos orgânicos em naturais ou sintéticos.

Lista das principais classes funcionais:

  • Alcoóis
  • Aldeídos
  • Hidrocarbonetos
  • Ácidos carboxílicos
  • Compostos organometálicos
  • Aminas
  • Amidas
  • Cetonas
  • Nitrocompostos
  • Éteres
  • Ésteres
  • Ácidos sulfônicos
  • Haletos orgânicos
  • Fenóis
  • Nitrilas


Características gerais



Pontos de fusão e ebulição


Como a ligação molecular é mais fraca, o ponto de ebulição e fusão são mais baixos que em compostos inorgânicos.

Combustibilidade


Possui uma gama de compostos sujeitos a queima (combustão). Tais como combustíveis derivados do petróleo.

Polaridade


Compostos orgânicos apolares são aquelas formadas por carbono e hidrogênio, ou somente por carbono. Quando uma substância orgânica possui mais elementos químicos, geralmente tem alguma polaridade.

Solubilidade


Há diferentes polaridades. Compostos orgânicos apolares são substâncias difíceis de serem soluveis em água (polar), cuja solubilidade só ocorrem em subtâncias apolares como solventes orgânicos. Exemplos de compostos orgânicos polares (açúcar, álcool), sulúveis em água.


Exemplos de compostos orgânicos naturais e sintéticos



Já foram catalogados entre compostos orgânicos naturais e sintéticos, cerca de 18 milhões de substâncias, e desse acervo, sabe-se que cerca de 200 mil são substâncias inorgânicas. Veja alguns exemplos:

Naturais


Originários de organismos vivos, tais como ácidos nucleicos (DNA e RNA), lipídios, carboidratos, proteínas, petróleo, metano.

Sintéticos


Criados artificialmente em laboratório, exemplo: gasolina, plástico, medicamentos, inseticidas, adoçantes.

Assista:


Fontes:
Info Escola, Cola da Web

O que são Compostos Orgânicos?

Curiosidades Relevantes

Leia Mais