Invenções

Conheça a linha do tempo do café expresso

O café expresso é sucesso absoluto no Brasil e no mundo. Com sabor marcante e irresistível, a bebida tem uma longa história. Confira a cronologia do café expresso, desde a invenção da primeira máquina até os dias atuais.

1884

Neste ano, Angelo Moriondo, de Turim, na Itália, patenteou a primeira máquina de café expresso. Ela era chamada de máquina de vapor nova para a confecção econômica e instantânea de café. O chamado Método “A. Moriondo” foi atualizado e registrado pela International Patent em Paris, em 23 de outubro de 1885.

Angelo Moriondo
Crédito da foto: Wikimedia

A primeira máquina de café expresso
A primeira máquina de café expresso. Crédito da foto: Espresso machine critic

1901

Em 1901, Luigi Bezzera registrou uma patente para uma máquina que continha uma caldeira e quatro “grupos”. Cada grupo podia levar filtros de tamanhos diferentes que continham o café. A água fervente e o vapor eram forçados através do café e do copo. Ambrogio Fumagelli afirmou que este foi o nascimento do café expresso.

1903

A patente de Luigi Bezzera foi comprada por Desiderio Pavoni.

1905

Neste ano, a empresa de Pavoni começou a fabricar máquinas baseadas na patente de Bezzera.

1927

Em 1927, a primeira máquina de café expresso foi instalada nos Estados Unidos. A máquina “La Pavoni” original ainda está em exibição no Caffe Reggio, em Nova York.

Máquina La Pavoni
La Pavoni. Crédito da foto: Espresso machine critic

1938

Em 1938, Cremonesi desenvolveu uma bomba de pistão que forçava a água quente através do café. Este tipo de mecanismo foi instalado pela primeira vez no bar e café de Achille Gaggia.

1946

máquinas Gaggia

Gaggia começou a fabricar a máquina de pistão comercial. O café resultante desta máquina apresentava uma camada de espuma ou creme.

No Museu do Café, em Londres, é possível ver várias máquinas interessantes em exposição, inclusive uma das primeiras máquinas Gaggia que usavam um trocador de calor.

1961

A Faema lançou uma máquina baseada em bombas. Em vez de um pistão operado manualmente, a água era forçada através do café por uma bomba elétrica. A água chegava ao café na temperatura ideal e filtrada.

Máquinas modernas de café expresso

Com o passar dos anos, outros desenvolvimentos chegaram às máquinas de café expresso, como, por exemplo, os mecanismos totalmente automáticos. Hoje, as máquinas estão presentes em escritórios, empresas, restaurantes e residências, com as famosas cápsulas de expresso e vários outros tipos de cafés especiais.

Veja alguns livros (Em inglês apenas): Coffeemakers, Espresso: Ultimate Coffee

A história do café pode ser conferida em diversos livros importantes, como a publicação “Cafeteiras”, de Ambrogio Fumagalli, que mostra fotos fascinantes de máquinas de café usadas de 1800 a 1960.

Fonte: Usyd.edu.au
Conheça a linha do tempo do café expresso

Você pode gostar também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em:Invenções