Pulsos de luz que viajam mais rápido que a velocidade da luz

Uma recente pesquisa foi divulgada e formulou teorias diferentes para explicar a velocidade da luz e a teoria da relatividade desenvolvida por Einstein. Essas novas teorias podem apresentar resultados mais práticos. Isso, segundo os cientistas, permitiria o aumento real na velocidade de transmissão de informação por fibras ópticas.

Os cientistas fizeram com que um grande volume de luz viajasse mais rápido do que seria permitido fisicamente. Nesses experimentos, a luz emerge do outro lado do material antes mesmo de ter entrado na frente do mesmo material.

Isso pode modificar o modo de interpretação da luz pela comunidade científica.

Uma equipe de cientistas da Universidade da Califórnia conseguiu alterar a forma como as ondas se alinham e deslocou o ponto onde as diversas ondas de luz se reforçam. Isso fez com que o pico saltasse adiante e ultrapassasse a velocidade da luz (que é de 300.000 km/h). Em alguns casos, esses pulsos de luz poderiam até dobrar a velocidade da luz.

É importante ressaltar que os experimentos tratam agora com mais sutileza a teoria da relatividade. Dessa forma, foi notado pela equipe de pesquisadores que a informação não pode ser transmitida mais rápido que a luz.

Juliana Miranda - Equipe do SitedeCuriosidades.com



O site dos curiosos.

Veja também

  • 7 benefícios da natação que você provavelmente não sabia
  • Chuva de Carne
  • Top 10 Trapalhadas da Copa do Mundo de 2010
  • Pássaros mudam sua melodia por causa de ruído da cidade
  • Quem inventou o cálculo de IMC?
  • Revistas femininas nos anos 50 e 60 (A mulher no mundo machista)
  • Molécula desconhecida funciona como qubit para computador quântico
  • Por que dormir é tão bom?

Você Sabia?

Na Idade Média, os casamentos aconteciam sempre no mês de junho.