CuriosidadeCotidianoSinais que indicam que você pode ter um transtorno de ansiedade

Sinais que indicam que você pode ter um transtorno de ansiedade

Img Mobile - Sinais que indicam que você pode ter um transtorno de ansiedade

É normal se sentir nervoso, irritado ou ansioso em alguns momentos, mas existem algumas pessoas que se sentem dessa forma rotineiramente, prejudicando relações sociais, profissionais e afetivas. Em situações pontuais, esses sentimentos são totalmente normais, como quando precisamos falar em público ou quando passamos por dificuldades financeiras. O problema começa realmente quando os sintomas de ansiedade se tornam frequentes e passam a assumir o controle de nossas vidas.

É possível distinguir a ansiedade cotidiana da ansiedade que configura um distúrbio. Sinais como ataques de pânico, fobia e ansiedade social podem indicar que existe um problema mais grave. Nestes casos, vale a pena consultar um psicólogo ou um psiquiatra.





Confira os 12 sinais que indicam transtornos graves de ansiedade



1 - Preocupação excessiva - Uma característica do distúrbio de ansiedade generalizada é ter uma preocupação constante com coisas cotidianas, grandes ou pequenas. Isso significa ter pensamentos ansiosos persistentes na maioria dos dias da semana, por até seis meses. Além disso, a ansiedade interfere na vida diária e é acompanhada por sintomas visíveis, como fadiga.

2 - Problemas de sono - A dificuldade para adormecer e o sono persistente são sintomas de várias condições de saúde, tanto físicas como psicológicas. Se uma pessoa se mantém mentalmente acordada, preocupada ou agitada de forma rotineira, ela pode estar com transtorno de ansiedade.

3 - Medos irracionais - Quando o medo se torna desproporcional ao risco real, isso é um sinal revelador de fobia, um tipo de transtorno de ansiedade.

4 - Tensão muscular - A tensão muscular constante, acompanhada do hábito de apertar o maxilar, balançar os punhos ou flexionar os músculos, geralmente é sinal de transtornos de ansiedade. Este sintoma pode ser tão persistente que as pessoas podem parar de percebê-lo depois de um tempo. O exercício físico regular pode ajudar a manter a tensão muscular sob controle.

5 - Indigestão crônica - A ansiedade pode se manifestar no corpo através de sintomas físicos, como problemas digestivos crônicos. A síndrome do intestino irritável, condição caracterizada por dores de estômago, cãibras, inchaço, gases, constipação e diarreia, é uma ansiedade no trato digestivo.

6 - Medo de falar em público - A maioria das pessoas tem medo de falar a um grupo ou estar no centro das atenções. Mas quando este medo é tão forte que nenhum treinamento ou processo de coaching faz efeito, é possível que a pessoa tenha um transtorno de ansiedade social (também conhecido como fobia social). Pessoas com ansiedade social tendem a se preocupar por dias ou semanas antes de um evento específico.

7 - Autoconsciência - O transtorno de ansiedade social nem sempre envolve o ato de falar com uma multidão ou ser o centro das atenções. Na maioria dos casos, a ansiedade é provocada por situações cotidianas, como estabelecer uma conversa individual em uma festa ou comer e beber na frente de um pequeno número de pessoas. Nessas situações, as pessoas com transtorno de ansiedade social tendem a sentir tremores, náuseas, sudorese abundante ou dificuldade em falar.

8 - Pânico - Os ataques de pânico podem ser paralisantes, com uma sensação de medo e desamparo que pode durar vários minutos, acompanhada de sintomas físicos assustadores, como problemas de respiração, coração acelerado, mãos entorpecidas, transpiração em excesso, fraqueza, tonturas, dor no peito, dor no estômago e sensação de calor ou frio. O ataque de pânico pode ser uma indicação de transtorno de ansiedade.

9 - Flashbacks – Reviver eventos perturbadores ou traumáticos é uma característica do transtorno de estresse pós-traumático, que compartilha algumas características com transtornos de ansiedade. Os flashbacks também podem ocorrer em casos de ansiedade social.

eventos perturbadores ou traumáticos

10 - Perfeccionismo - Uma mentalidade obsessiva, como ocorre no perfeccionismo, é sinal de transtornos de ansiedade. O perfeccionismo é especialmente comum em transtornos obsessivos compulsivos (TOC).

11 - Comportamentos compulsivos - Para ser diagnosticado com transtorno obsessivo-compulsivo, a obsessão e os pensamentos intrusivos de uma pessoa devem ser acompanhados de um comportamento compulsivo, seja mental ou físico. O pensamento obsessivo e o comportamento compulsivo tornam-se um transtorno completo quando existe a presença de rituais sem sentido no dia a dia.

12 - Duvidar de si mesmo - Uma persistente auto-duvida é uma característica comum dos transtornos de ansiedade, incluindo o transtorno de ansiedade generalizada e o TOC. Em alguns casos, a dúvida pode girar em torno de uma questão fundamental para a identidade de uma pessoa, como, por exemplo, o fato de alguém ser ou não homossexual. Nesses casos, essa dúvida não respondida acaba se tornando uma obsessão.



+ Sobre essa Curiosidade: Depressão Ansiedade Estresse Transtorno
Comentários:

Curiosidades Relevantes

Nos siga

O site dos curiosos.

Curiosidades Diversas

Veja também

  • Você iria para a cama comigo hoje à noite
  • Por que a violência fascina?
  • Mudança climática pode aumentar a relação do ozônio com o número de mortes em alguns países
  • Roswell, 66 anos de perguntas sem respostas
  • Curiosidades sobre o Choque Elétrico
  • Curiosidades sobre os coalas
  • 25 Fotos incríveis e tiradas no tempo perfeito
  • Desastres causados por UFOS

Você Sabia?

O nome mais comum e popular no mundo é Mohammed.