Mundo Bizarro

Tcheco funda país na Europa e o chama de Liberland

Um homem fundou um novo país na Europa em abril de 2015. Saiba mais!

Vit Jedlicka, um tcheco que faz parte de um Partido Conservador, fundou um novo país na Europa no dia 13 de abril de 2015. Com 7 quilômetros quadrados, entre a Sérvia e a Croácia, o novo país foi chamado de Liberland e declarado um estado soberano.

Além de criar o país, Jedlicka se auto-proclamou “presidente” de Liberland. Ele afirmou que o território do novo país é uma terra de ninguém, localizada entre duas nações e que não é reivindicada por nenhuma delas.

A notícia foi destaque na imprensa tcheca, que publicou que “um novo país europeu nasceu, na segunda-feira, 13 de abril, na margem ocidental do rio Danúbio, entre a Sérvia e a Croácia, fundado por um membro do partido conservador tcheco de Cidadãos Livres”.

O novo território já tem Constituição própria, escudo, bandeira e hino. A comissão organizadora encarregou o Presidente de anunciar a criação do novo Estado aos países vizinhos, à ONU e ao mundo através de notas diplomáticas. As autoridades sérvias e croatas ainda não comentaram o assunto.

PUBLICIDADE

Caso seja reconhecido, Liberland será o terceiro menor Estado soberano da Europa, depois do Vaticano e de Mônaco. Segundo o fundador do novo país, o lema de Liberland é: Viva e deixe viver, pois a Constituição prevê que a liberdade individual e econômica seja concedida aos cidadãos.

Vit Jedlicka afirma já ter recebido 20 mil pedidos de cidadania por e-mail. Para se tornar cidadão do país, uma pessoa precisa respeitar o próximo, independentemente de sua condição sexual, social, de raça, etnia ou religião.

Fontes: BBC, Tvi24.