CuriosidadeMundo BizarroVocê iria para a cama comigo hoje à noite

Você iria para a cama comigo hoje à noite

Img Mobile - Você iria para a cama comigo hoje à noite

Alguns dos homens que caminhavam tranquilamente pelo campus da Universidade da Flórida em 1978 foram abordados por uma bela mulher que dizia: “Eu tenho observado você. Te acho muito atraente. Você iria para a cama comigo hoje à noite?”.



Os rapazes provavelmente pensaram que se tratava de seu dia de sorte, mas na verdade eles estavam tomando parte involuntariamente num experimento criado pelo psicólogo Russell Clark.



Clarck convenceu os estudantes de seu curso de psicologia social a ajudarem-no a descobrir qual sexo seria mais receptivo a uma oferta sexual de um estranho. A única maneira de descobrir, segundo ele, seria ir para a rua e observar o que aconteceria em uma situação real. Instruídos por ele alunos e alunas saíram pelo campus fazem a proposta a estranhos.



Os resultados não surpreenderam. Setenta e cinco por cento dos homens aceitaram a proposta (e aqueles que recusaram, em sua maioria, alegaram que eram casados ou tinham namorada).



Das mulheres abordadas, no entanto, nenhuma aceitou. Na verdade, grande maioria se sentiu ofendida e exigiu que o rapaz se afastasse.



Inicialmente o experimento de Clark foi rejeitado pela comunidade psicológica como sensacionalista, mas eventualmente ganhou aceitação e admiração por mostrar o quão discrepantes são as atitudes sexuais de homens e mulheres. Hoje é considerado um clássico.

+ Sobre essa Curiosidade: psicologia sexo homens mulheres
Comentários:

Curiosidades Relevantes

O site dos curiosos.

Veja também

  • A Cadeira de Rodas
  • Suposto Monstro do Mar aparece nas Filipinas
  • Curiosidades Curiosas 2
  • Será este o lugar mais quente do planeta?
  • Top 10 fatos sobre a extinção de espécies
  • Como fazer Facebook?
  • Sons emitidos pelos animais
  • Deficiência de vitamina D pode aumentar o risco de morte prematura

Você Sabia?

Com um lápis é possível escrever uma linha reta de 56 km.