Como funcionam as eleições em outros países?

Como funcionam as eleições em outros países?
Por Luana Vignon, Site de Curiosidades

Cada país tem uma forma diferente de eleger seus representantes. Países democráticos, como o Brasil, convocam eleições gerais onde todos os cidadãos são obrigados a votar. No entanto, mesmo entre os países democráticos, existem diferenças quanto aos métodos de contagem de votos e sistema representativo (presidencialismo, parlamentarismo e monarquia).

Nos Estados Unidos, por exemplo, o presidente não é eleito através do voto direto, mas sim por um colégio eleitoral, formado pelos delegados estaduais, esses sim eleitos pelo povo. Cada estado é responsável por seu próprio código eleitoral, o que causa bastante confusão na apuração final dos votos.

Já o Canadá pratica o sistema parlamentarista, onde não há divisão de poderes (executivos, legislativo e judiciário) e o voto é dado pelo povo a um partido que irá escolher seus representantes.

A Inglaterra, diferentemente dos exemplos anteriores, é adepta da monarquia parlamentarista, onde o Parlamento governa sob orientação do Monarca, em beneficio da população. O Parlamento é formado pela Câmara dos Comuns (eleitos) e pela Câmara dos Lordes (indicados).

Em países totalitaristas ou ditatoriais, como já foi o Brasil durante o regime militar, a população não possui direito ao voto. Os governantes assumem o poder e suprimem qualquer tipo de manifestação contrária ao seu governo.